publicidade

Mario Andretti

Tetracampeão da F. Indy e campeão da F1
por Marcos Júnior Micheletti
 
Mario Gabrielle Andretti, ou simplesmente Mario Andretti, um dos mais completos pilotos de todos os tempos, é tetracampeão da Fórmula Indy (1965/1966, 1969 e 1984) e campeão da Fórmula 1 em 1978.
Mario nasceu em 28 de fevereiro de 1940 em Montana d´Istria, na Itália (hoje chamada Motoun, cidade croata), e naturalizou-se norte-americano em 1964.
 
Apesar de seu primeiro contato com um carro ter sido na Itália, pela Fórmula Júnior, foi nos Estados Unidos, aos 19 anos, que ele e seu irmão Aldo levaram o esporte mais a sério, quando prepararam um carro de Stock Car. Em quatro provas, cada um venceu duas, em pistas de terra batida na cidade de Nazareth.
 
Entre 1960 e 1963 participou do campeonato de Midget, pequenos carros que serviram de escola para seu ingresso na Fórmula Indy, em 1964 pela equipe Dean Van Lines, fechando a temporada em 11º lugar.
Logo em seu segundo ano foi campeão com uma vitória e três poles e bicampeão em 1966, com oito vitórias e nove poles.
 
Conquistou mais dois títulos na Indy: em 1969 pela equipe Parnelli e em 1984 pela Newman Haas, equipe por onde mais correu, tendo disputado 12 temporadas.
 
Se em campeonatos o ítalo-americano foi um mito, nas 500 Milhas de Indianápolis conquistou um único triunfo, em 1969, após largar na segunda colocação. Foram apenas em cinco edições que Mário conseguiu terminar a lendária prova, com algumas passagens pitorescas, comoa edição de 1985, quando assumiu a liderança após rodada de Danny Sullivan. Mas Sullivan controlou seu carro com muita habilidade e recuperou-se para ficar com a vitória.
Antes, em 1981, Andretti chegou a ser declarado vencedor por conta da desclassificação de Bobby Unser, mas a equipe de Unser (Penske) recorreu e, quatro meses, depois, Andretti perdeu o título da prova.
 
Outra passagem que marcou a vida de Mario Andretti em Indianápolis aconteceu em 2003, aos 63 anos de idade, já aposentado, fazendo um teste com o carro da Andretti, equipe de seu filho, Michael Andretti. Tudo transcorria normalmente, quando o veterano piloto passou por cima de alguns pedaços do carro do sueco Kenny Brack e seu carro decolou, dando duas voltas completas no ar e aterrisando nas quatro rodas. Um grande susto, mas felizmente sem consequências para o tetracampeão da Indy.
Mário também competiu na Fórmula 1, ou com exclusividade ou paralelamente às competições nos Estados Unidos, no caso a Indy, Fórmula 5000 e Esporte Protótipos, entre outras.
 
Sua estreia na F1 em 1968, aliás, foi fantástica. Guiando a Lotus 49B-Cosworth largou na pole, em Watikins Glen, nos Estados Unidos, mas não terminou a prova.
 
Permaneceu na Lotus em 1969, e seu primeiro pódio foi conquistado no ano seguinte, em 1970, pela March, no GP da Espanha, disputado no circuito de Jarama.
 
A primeira vitória foi conseguida em 1971, pela Ferrari, logo na abertura do campeoanto, em Kyalami, África do Sul.
 
Venceu outras 11 provas na Fórmula 1, todas pela Lotus, seis delas em 1978, quando conquistou o campeonato, vencendo a disputa interna da equipe com o sueco Ronnie Peterson, que morreu em decorrência do acidente sofrido na largada do GP da Itália, em Monza.
 
Correu também pela Parnelli-Jones (1974, 1975 e duas provas em 1976), Alfa Romeo (1981), e ainda participou de uma prova pela Williams em 1982 (substituindo Carlos Reutemann) e mais duas no mesmo ano, pela Ferrari, subsitiuindo o francês Didier Pironi. Em uma delas, no GP da Itália, em Monza, subiu ao pódio, em terceiro lugar.
 
Nunca abandonou definitivamente o mundo do automobilismo, uma vez que acompanhou a carreira de seu filho Michael Andretti de perto, além de trabalhar ocasionalmente como consultor da equipe Andretti, de propriedade do filho.
Marco Andretti, filho de Michael, é um dos netos de Mario, que também é piloto da Fórmula Indy.
Em 1996 começou a dedicar-se a outra atividade: a vinicultura. Adquiriu uma propriedade em Napa Valley, no Colorado (EUA) e produz anualmente cerca de 30 mil caixas de garrafas de vinho com o nome de sua família.
Clique aqui e conheça a vinícola de Mario Andretti


    ver mais notícias

    Na Fórmula Indy:

    Disputou 407 GPs, tendo conquistado 52 vitórias e 65 poles.
    Venceu quatro campeonatos: 1965 e 1966 pela equipe Dean Van Lines, 1969 pela Parnelli e 1984 pela Newman Haas

    Na Fórmula 1:


    Disputou 129 GPs, tendo conquistado 12 vitórias e 18 poles.
    Foi campeão em 1978 com a Lotus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 São
      50
    • 2 Int
      49
    • 3 Pal
      47
    • 4 Fla
      45
    • 5 Grê
      44
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES