publicidade

Marinho Peres

Ex-zagueiro da Portuguesa, Inter, Santos e Palmeiras
por Rogério Micheletti
 
Nascido no dia 19 de março de 1947, o capitão da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1974, Mário Peres Ulibarri, o Marinho Peres, hoje é técnico de futebol. Ele teve destaque dirigindo equipes portuguesas nos anos 80 e 90.
 
Marinho começou a carreira de jogador no São Bento (SP), em 1967. No ano seguinte, ele despertou o interesse da Portuguesa e acabou se transferindo para o clube do Canindé. Na Lusa, Marinho virou Marinho Peres porque já existia um Marinho (lateral-direito também conhecido como Marinho Tonelada).
 
De 1972 a 1974 ele atuou pelo Santos e conquistou o Paulistão de 1973, que foi dividido justamente com sua ex-equipe, a Portuguesa.
 
Após três anos na Espanha defendendo Barcelona, de 1974 a 1976, Marinho Peres voltou ao futebol brasileiro para brilhar na forte equipe do Internacional em 1976.
 
Logo no primeiro ano de Beira-Rio, Marinho Peres, jogando ao lado de Figueroa, Falcão, Batista, Dadá Maravilha, Valdomiro, Lula e companhia, foi campeão brasileiro.
 
Ele atuou pelo Colorado até 1977 e se transferiu para o Palmeiras. No alviverde ficou até 1980, onde fez 72 jogos (35 vitótias, 22 empates, 15 derrotas) e marcou apenas um gol, segundo informações do "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.
 
O fluminense Carlos Magno Faturini Abreu nos contou um pouco mais sobre o final da carreira de Marinho. Muito obrigado, Carlos!
 
"Marinho ainda jogou o campeonato carioca e o Brasileirão de 1980 defendendo o América do Rio. Neste mesmo ano, no final da temporada, acumulou a função de jogador/treinador. E foi lá, no América, que iniciou sua carreira de treinador posteriormente. O Mequinha (como é chamado carinhosamente) entrava em campo com a seguinte equipe: Ernani, Uchoa, Marinho Peres, Heraldo e Álvaro; João Luiz, Nedo e Nelson Borges; Serginho, Neca (ex-Grêmio e São Paulo) e Porto Real (ex-juvenil do Flamengo, assim chamado por ter nascido na cidade fluminense de mesmo nome)".
 
VÍDEO EMOCIONANTE

Em 1973, na visita que fizeram ao Egito, para o amistoso diante do Ah-Ahly (o Peixe venceu por 5 a 0), os craques santistas deram uma pausa nos treinamentos e conheceram a Planície de Gizé, nos arredores do Cairo.

Abaixo, veja o emocionante vídeo garimpado pelo historiador Wesley Miranda, que mostra Willians de Jesus, Cláudio Mauriz, Carlos AlbertoTorres, Brecha, Eusébio, Emerson Marçal, Pitico, Marinho Peres, Hermes, o empresário Carlos Sexton, Sérgio Orefice (diretor santista), seu filho Silvio Luiz Orefice, o roupeiro Sabu e o Dr. Daló Salerno se divertindo em um dos principais cartões postais do país:
 

ABAIXO, COM LOCUÇÃO DE MILTON NEVES NO "GOL, O GRANDE MOMENTO DO FUTEBOL", DA BAND, OS GOLS DE PORTUGUESA 3 X 3 INTERNACIONAL. MARINHO PERES MARCOU UM DOS GOLS DA LUSA

CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA COMPLETA SOBRE O JOGO ENTRE PORTUGUESA X INTER EM 1968, ESCRITA POR MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO.

    Pelo Palmeiras:

    Atuou em 72 jogos, sendo 35 vitórias, 22 empates e 15 derrotas. Marcou um gol.
    Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti

    Pela Seleção Brasileira:

    Atuou em 15 jogos, sendo oito vitórias, quatro empates e três derrotas. Marcou um gol.

    Fonte: Seleção Brasileira - 90 Anos, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      71
    • 2 Grê
      61
    • 3 Pal
      60
    • 4 San
      59
    • 5 Cru
      56
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES