publicidade

Manguinha

Ex-jogador do Paraisense-MG e Comercial-SP
por Túlio Nassif
Wantuil Rodrigues Oliveira, o popular Manguinha, nasceu em 1962, na cidade de Furnas, Minas Gerais. Faleceu no dia 4 de agosto de 2013, por volta de 11 da manhã, em São Sebastião do Paraíso-MG, quando participava de uma partida de futebol pela equipe do Oriente Futebol Clube, contra o time do Ouro Verde Tênis Clube, em jogo válido pelo 8º Campeonato de Master 50 anos. Segundo informações de colegas que estavam em campo, Manguinha se sentiu mal e caiu no chão, com sintomas de um possível infarto. Foi socorrido imediatamente por esses colegas e posteriormente, atendido pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros, que o levou ao Pronto Socorro mais próximo; porém, chegou sem vida. Deixou mãe, padrasto e duas irmãs.

Ele residia em São João Batista do Glória, mas possuía uma escolinha de futebol em Furnas.

Nos anos 80, Manguinha fez sucesso quando defendeu as cores da Associação Atlética Paraisense, onde inicou carreira. Com o bom futebol demonstrado na equipe mineira, transferiu-se para o Comercial de Ribeirão Preto e, o valor da transação ajudou muito o Paraisense sanar dívidas e ir à falência.

No Comercial sua passagem foi marcada por ser o autor do gol na vitória histórica contra o Corinthians, que livrou o Leão do rebaixamento, na última rodada do Campeonato Paulista em 1985, feito bastante comemorado pela torcida alvinegra.
Mais tarde, rumou para o Mogi Mirim e posteriormente retornou para Minas, para jogar no Esportivo de Passos.
 
Considerado como o grande maestro da equipe, marcou época não como um gênio da bola, mas sim como um atleta que com sua garra, humildade e dedicação honrava a camisa que vestia, um batalhador dentro e fora de campo.
A direção do Comercial, ao saber de seu falecimento, decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-jogador do time.

Homenagem da Paraisense a Manguinha:
A Diretoria da Associação Atlética Paraisense vem a público externar condolências, pela perda do seu ex-atleta Wantuil Rodrigues Oliveira, de 51 anos, conhecido por Manguinha, falecido na manhã ensolarada deste domingo 04 de agosto, após infarto, mesmo tendo sido atendido por bombeiros que também participavam da partida de futebol realizada no Cube Recreativo Seniors Paraisense.

Manguinha pelos idos de 1980 iniciou sua carreira esportiva como profissional, defendendo as cores da Associação Atlética Paraisense em disputa da 2ª Divisão do Campeonato Mineiro de Futebol Profissional e que conquistou a simpatia do torcedor paraisense, por ser um atleta com um futebol clássico, pessoa simples e simpático a todos, deixando sua passagem registrada nos anais esportivo da "Mais Querida?

Logo após, foi contratado pelo Comercial Futebol Clube, de Ribeirão Preto (SP) para disputar a Segunda Divisão do Campeonato Paulista, oportunidade em que o referido clube subiu para a Divisão Especial do Campeonato Paulista, com o gol marcado pelo mesmo dando a vitória e classificação ao Comercial.

Depois, foi contratado pelo Mogi Mirim onde disputou vários campeonatos paulista por aquele clube.
Maguinha foi sepultado em São João Batista do Glória, na segunda-feira.
Quis o desígnio de Deus, que fizesse sua despedida na cidade que o acolheu e que viu dar o seu último adeus.
"A alma que fica, fica em pranto, ó Deus! E a alma que parte vai toda em pedaços como é magoada a hora de um adeus?, (Fábio M. Mirhib)
Ednar Marcomini
    ver mais notícias
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      37
    • 2 Grê
      31
    • 3 San
      27
    • 4 Fla
      15
    • 5 Spo
      24
    • Veja tabela completa

    Últimos craques