publicidade

Lula

Ex-técnico do Santos e Corinthians
Sabem quem mais ganhou títulos no futebol do mundo como técnico? O nome dele é Luís Alonso Peres, O Lula (o primeiro Lula famoso do Brasil), que morreu no dia 15 de junho de 1972, em Santos-SP, onde reinou como técnico do Santos FC, de 1954 até 1966.

O treinador mais vitorioso do Brasil deixou a viúva, Yvete Simões Alonso, atualmente com 79 anos e três filhos, seis netos e um bisneto. O primogênito do ex-treinador da equipe da Vila Belmiro é Luis Alonso, hoje, olheiro do Peixe. Ele têm dois filhos: Renan, funcionário do Porto (Responsável pelo unico bisneto de Lula) e Thais Alonso.

A única filha do brilhante comandante santista é a dona do Café e Cia,  Eleanor Maria Alonso,  localizado no centro da cidade com as praias mais belas do Brasil e sócia-mãe de Ikáro Alonso das Neves e Thamires Alonso das Neves.

O filho caçula do "mito", que originou o nome do Presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, é o marchand Marcos Tadeu Alonso, pai da professora da Unimes (Universidade Metropolitana de Santos), Ana Paula e da designer de móveis, Ana Cláudia.

Além da enorme família, Lula foi o responsável por revelar a melhor safra de jogadores da história de um time de futebol.  Na Vila, revelou Pelé, Zito, Coutinho, Pepe, Pagão e indicou certeiras contratações que ganharam nota 10 no Santos FC.
 
Foram os casos de Dorval e Lima (vieram do Juventus), Mengálvio e Calvet (vieram do Grêmio), Carlos Alberto Torres (Fluminense), Rildo (Botafogo do Rio), Gilmar (Corinthians), Mauro Ramos de Oliveira (São Paulo), etc... Lula ganhou tudo: campeão paulista de 1955, 1956, 1958, 1960, 1961, 1962, 1964 e 1965. É bi-campeão da Libertadores (em 1962 e 1963), bi-campeão mundial interclubes (1962 e 1963), campeão da Taça Brasil de 1961 a 1965, campeão do Rio-São Paulo de 1959, 1963, 1964 e 1966. Ganhou também outros torneios de verão, inverno, primavera e outono, pelo mundo afora.

Lula também dirigiu o Corinthians em 1968. O ex-técnico começou e terminou com o tabu de 11 anos sem vitórias corintianas sobre o Peixe, pois era ele o técnico do Timão na noite do fim do tabu na vitória de 2 a 0 sobre o rival praiano.

Sob o comando do time de Parque São Jorge, Lula fez 35 jogos (20V, 7E, 8D), conforme consta no Almanaque do Corinthians, de Celso Dario Unzelte.

Ainda sobre Lula, no dia 1 de novembro de 2007, recebemos o seguinte e-mail do internauta Pedro Luiz Boscato. Obrigado, Pedro.
 
"Lula dirigiu o Corinthians em 1967 e 1968, não somente em 1968. Lula foi contratado pelo Corinthians em 1967. Naquele célebre jogo da "Caixinha de Sapatos", Santos 2 x Corinthians 1, um domingo, à tarde, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista, segundo turno, Lula era o técnico do Corinthians. Inclusive, no célebre episódio da "Caixinha de Sapatos", foi ele, Lula, quem levou a caixinha para o Ethel Rodrigues, a famosa "Caixinha de Sapatos".
Nesse dia, inclusive, "jogo da Caixinha de Sapatos", o Corinthians, depois de muito tempo, voltou a jogar com meias pretas. Eu estava no Morumbi nesse dia, meio mundo ficou surpreso, há tempos, muito tempo, o Corinthians não jogava com meias pretas. Lula tinha lá suas crenças, suas superstições. E foi jogando com meias pretas que no ano seguinte, 1968, 06 de março, que o Corinthians quebrou o célebre tabu frente o Santos, vencendo por 2x0, uma quarta feira, à noite, no Pacaembu. Segundo o Antonio Guzman, da saudosa Coluna "20 Notícias", do extinto Diário da Noite, quando técnico do famoso esquadrão do Santos, Lula participava também de trabalhos espirituais que eram feitos na Práia das Vacas. Guzman mais de uma vez citou isso em sua coluna.
Outro detalhe: naquela encrenca toda da "Caixinha de Sapatos", não foi no dia do jogo que o assunto veio à baila, foi bem depois, acho que um ano ou mais depois, num programa da TV Bandeirantes, programa era transmitido às segundas feiras, teve dois nomes: No Campo do 13 e 13 Futebol Clube. Não recordo agora qual o nome no dia em que Ethel Rodrigues entregou o ouro, entregou a rapadura. Wadi Helú, Presidente do Corinthians, não foi ao programa. Quando tomou conhecimento, aí sim, acabou com a carreira do saudoso Ethel Rodrigues, tanto no apito como depois também no microfone, Ethel não pode mais apitar e nem ser Repórter Volante, abandonando o apito ele chegou voltar a trabalhar como Repórter mas não foi possível continuar. Sua esposa, inclusive, chegou até a ir na TV, não lembro se no mesmo programa ou algum outro, fazer um apelo a Wadi Helu para que parasse de perseguir seu marido.
Uma história triste essa do Ethel Rodrigues, pois como você bem mesmo sempre fala, Milton, acho que foi o maior erro dele trocar o Microfone, era um excelente Repórter Volante, dos melhores que tinha, pelo apito. Aí se entortou, uma pena!
Grande abraço, muita saúde e sucesso sempre.
Pedro Luiz Boscato
 
Ainda sobre Lula, recebemos o seguinte e-mail de seu filho Luis Alonso Peres Filho, no dia 20 de janeiro de 2006

"Quero parabenizar pelo o sucesso que você vive. Milton você sabia que o meu pai ficou na frente do Santos FC por 12 anos e 6 meses e teve só 34 titulos. É recorde mundial. Inclusive estou colocando no Guinnes.
Você sabe a história do jogo contra a prundentina? Assim que acabou o primeiro tempo, Pelé e Coutinho estavam discutindo e meu pai saindo atrás. Acabe de contar essa, Milton.
E tem outras. Meu pai e Brandão. Estou sem palavras para agradecer os elogios que você faz sobre meu pai.
Agradeço mais uma vez. Que Deus te abençoe eternamente. Luis Alonso Peres Filho.
PS: Se der conte o resto daquela história no domingo à noite."
 
ABAIXO, PARTICIPAÇÃO DE PEPE, ZITO, PAGÃO, O TREINADOR LULA E WALDEMAR DE VRITO (DESCOBRIDOR DE PELÉ) NO FILME "O REI PELÉ", DE 1962. PELÉ FOI INTERPRETADO POR UM ATOR

    ver mais Áudio

    TÍTULOS

    Lula ganhou tudo: campeão paulista de 1955, 1956, 1958, 1960, 1961, 1962, 1964 e 1965. É bi-campeão da Libertadores (em 1962 e 1963), bi-campeão mundial interclubes (1962 e 1963), campeão da Taça Brasil de 1961 a 1965, campeão do Rio-São Paulo de 1959, 1963, 1964 e 1966. Ganhou também outros torneios de verão, inverno, primavera e outono, pelo mundo afora.

    Pelo Corinthians:

    Sob o comando do time de Parque São Jorge, Lula fez 35 jogos (20V, 7E, 8D), conforme consta no Almanaque do Corinthians, de Celso Dario Unzelte.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES