Júlio César

Ex-zagueiro do Guarani, Borussia Dortmund e Juventus de Turim
por Rogério Micheletti
 
Um dos melhores zagueiros do futebol brasileiro nos anos 80 e também nos anos 90, Júlio César Silva surgiu no Guarani na metade dos anos 80 e ganhou destaque em 1986, ano que foi convocado para defender a Seleção Brasileira.
 
Em 2013, morava em Campinas-SP e era consultor de jogadores brasileiro para o seu ex-time alemão, Borussia Dortmund, no qual foi bicampeão alemão, campeão da Liga dos Campeões (1997) e Campeão Intercontinental no mesmo ano.
 
Atualmente é diretor do Rio Branco Esporte Clube, de Americana-SP.
 
Acabou ficando marcado na Copa do México por ter desperdiçado um pênalti (mandou a bola na trave) contra a França, que tinha o goleiro Batz.
 
Júlio César nasceu na cidade paulista de Bauru em 08 de março de 1963 e após brilhar com a camisa do Bugre Campineiro, defendeu dignamente alguns times da Europa, destacando-se na Juventus, da Itália, e no Borussia Dortmund, da Alemanha. Voltou para o Brasil no final dos anos 90 para jogar no Botafogo (RJ) e também teve uma rápida passagem pelo Rio Branco (SP).
 
Ele, que nasceu em Bauru (SP) e já foi o responsável por administrar o futebol do Noroeste, atualmente mora em Campinas (SP) e é empresário de jogadores.
 
Júlio César era tão respeitado no futebol alemão que em 2005 teve um jogo de despedida realizado pelo Borussia Dortmund. Vários craques de diversas partes do mundo participaram da partida em homenagem ao zagueiro.
 
Muralha bugrina
 
Ao lado de Gilson Jáder, Fernando Narigudo ou Wilson Gottardo, Júlio César começou a carreira formando a zaga do Guarani. Logo se destacou e não demorou muito tempo para ganhar chance na seleção. Foi titular do time de Telê Santana na Copa do Mundo de 1986. Seu companheiro de defesa era Edinho. O futebol de Júlio César chamou a atenção de times europeus e logo após o Mundial do México, o zagueiro deixou o Brinco de Ouro da Princesa. Mas o Guarani apostou em outro zagueiro que também deu o que falar: Ricardo Rocha, que tinha vindo do Santa Cruz.
 
Grandes atacantes o temiam
 
O atacante Élber só jogou contra Júlio César. E isso já é o suficiente para o zagueiro entrar em sua seleção de todos os tempos. "Os meus técnicos mandavam eu ir para cima dele. Mas era mesmo um jogador muito difícil para qualquer atacante. O Júlio tinha uma colocação incrível, jogava muito bem com o corpo. Foi, sem dúvida, um dos melhores zagueiros que eu vi atuar no futebol mundial", diz Élber, que brilhou no futebol da Alemanha.
 
Segundo o livro da Seleção Brasileira, escrito por Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf,  Júlio César jogou 14 jogos com a camisa verde e amarela, obtendo 10 vitórias, com 2 vitórias e 2 derrotas.

No dia 21 de maio de 2013, o repórter José Ricardo Leite do UOL Esportes, escreveu uma matéria sobre o ex-zagueiro do Guarani e do Borussia Dormund, Júlio César. Veja abaixo:



ver mais fotos
ver mais notícias

Pela Seleção Brasileira:

Segundo o livro da Seleção Brasileira, escrito por Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf,  Júlio César jogou 14 jogos com a camisa verde e amarela, obtendo 10 vitórias, com 2 vitórias e 2 derrotas.

comments powered by Disqus

Selecione a letra para o filtro

publicidade

Últimos craques