publicidade

José João da Silva

Bicampeão da São Silvestre
por Marcos Júnior

O nome do brasileiro José João da Silva ficou marcado para sempre na história do atletismo brasileiro, mais notadamente na Corrida Internacional de São Silvestre, disputada na cidade de São Paulo no dia 31 de dezembro.

Ele venceu a prova em 1980, após 34 anos sem vitórias brasileiras (o último triunfo de um corredor nacional havia sido em 1946, com Sebastião Alves Monteiro, que também ganhara no ano anterior).

Ele começou sua carreira pelas mãos do professor Carlos Gomes Ventura, em 1975, no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo.
 
A vida do moço simples não foi fácil na capital paulista. Ele estudava e ganhava a vida em uma cantina fazendo um pouco de tudo: garçon, preparava coquetéis, entregava pizzas e ainda cuidava da limpeza do estabelecimento, localizado na alameda Pamplona (região da avenida Paulista).

Fascinado por presenciar uma São Silvestre de perto, quando fazia a entrega de uma pizza exatamente na virada de ano, José João foi levado ao clube paulistano por intermédio do dono da cantina em que trabalhava.

Em 1976, José João participou da preliminar da São Silvestre, concluindo a prova em 65º lugar e na prova oficial ficou em 89º.
 
Desse momento em diante, o moço de fala rápida e sotaque nordestino não parou de melhorar suas marcas, com destaque para o 15º lugar na São Silvestre de 1979.
 
Mas o atleta e seu treinador não conseguiram, naquele momento a estrutura para que os resultados fossem melhores. O objetivo era terminar entre os cinco primeiros no ano de 1980. Em agosto daquele ano José João e seu instrutor, o professor Carlos Gomes Ventura foram contratados para representarem o São Paulo Futebol Clube.

Empregado, recebendo uma ajuda de custo, alimentação e preparação adequadas conseuguiu vencer a prova mais tradicional do Brasil, quatro meses depois.
 
Em 1981 e 1982 ficou em terceiro lugar. Não competiu em 1983 devido a uma fratura no braço, mas a prova acabou sendo vencida por outro brasileiro, o mineiro de Diamantina João da Mata.

Em 1984 foi vice-campeão da São Silvestre e voltou a vencer em 1985.

Vale lembrar que até 1988 a prova ainda era realizada à noite, com o final normalmente culminando com a meia-noite, sendo que na ocasião o trajeto era de 8,9 kms, bem menor que os atuais 15 kms. Ele completou a prova com o tempo de 23 min40s30.

Foi uma vitória dramática. Ele que largara no pelotão de elite teve como principal adversário durante a prova o português Fernando Mamede, um dos principais favoritos.
Na oportunidade, ao invés de descerem a Consolação e subirem a Brigadeiro Luis Antônio, os atletas faziam o inverso.

José João desceu a Brigadeiro na liderança e manteve-se assim até o início da subida de Consolação, quando foi ultrapassado pelo português Mamede.

No entanto, quando parecia vencido, José João foi buscar forças e superou o cansaço contando com o entusiasmo espetacular do público presente e ultrapassou seu adversário na avenida Paulista, fazendo uma festa inesquecível para os amantes do atletismo.

O colombiano Sílvio Salazar chegou em segundo, ultrapassando Fernando Mamede no final do percurso.

Se a primeira vitória do simpático brasileiro teve ingredientes emocionantes, a segunda conquista, em 1985, foi bem mais tranquila em que pese a qualidade de seu principal adverário, o equatoriano Rolando Vera, do Equador, que depois viria a se transformar num dos maiores mitos da São Silvestre, vencendo quatro vezes seguidas (1986 a 1989).

O bicampeonato foi desenhado desde o início da prova e José João liderou a competição de "ponta a ponta" cruzando a linha de chegada com o tempo de 36m 48s 96, em um trajeto de 12,6 kms, mostrando a maturidade típica dos grandes campeões, sabendo dosar sua força nos momentos mais difíceis.

Natural da cidade de Bezerros, em Pernambuco, José João  nasceu em 7 de setembro de 1955, formou-se em Educação Física em 1982, pela Universidade Ibirapuera e atualmente tem uma empresa que promove corridas de rua por todo o Brasil em parceria com o engenheiro e ex-atleta de basquete campeão pelo Esporte Clube Sírio em 1979, Dr.Renato Elias.

Além dessa atividade, José João é colaborador de publicações dedicadas ao atletismo e comentarista da São Silvestre pela TV Gazeta.

Foto:www.jjseventos.com.br
    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES