publicidade

Joel Mendes

Ex-goleiro do Santos e do Coritiba
por Raphael Cavaco
 
O curitibano Joel Mendes, nascido em 25 de junho de 1946, foi goleiro do Santos na primeira metade da década de 1970. Era um arqueiro de reflexo apurado e, apesar da baixa estatura (possui 1,76m de altura), tinha facilidade na saída do gol em bolas cruzadas.
"Naquela época, o goleiro não precisava ser tão alto como hoje em dia. Mas precisava ser mais rápido e ter o tempo de bola certo para sair do gol e fazer a defesa no ar", conta.
 
Ele defendeu o Peixe por cinco anos (de 1970 a 1975), sendo titular em boa parte desse período. Pegou a fase final da sensacional dupla de ataque Pelé e Coutinho na Vila, além de ter sido companheiro de outros jogadores que participaram da conquista do tricampeonato da Copa de 1970, no México, como Carlos Alberto Torres, Clodoaldo, Joel Camargo e Edu.
 
Começou a carreira no Coritiba, de onde se transferiu para a equipe praiana. Em 1974, o clube santista o emprestou por uma temporada ao Vitória (BA). Lá, foi eleito o melhor goleiro do Campeonato Brasileiro daquele ano e ganhou a bola de prata como prêmio.
 
Após deixar a Baixada, Joel passou alguns anos no futebol do nordeste. Teve passagens pelo Bahia, time pelo qual ganhou três estaduais, e Santa Cruz (PE). Depois, regressou à sua cidade natal e pendurou as luvas no Colorado, atual Paraná Clube, em 1984.
 
Desde então, se desligou do esporte e abriu uma panificadora e restaurante, chamada Trigo de Ouro, que funciona até hoje no bairro Jardim Social, na capital paranaense. De 1999 a 2004, conciliou a vida de empresário com a supervisão das categorias de base do Coxa. Mas voltou a se dedicar somente aos negócios e mora com a esposa e três filhos no Jardim Social.
 
Ainda sobre Joel Mendes, confira abaixo o texto que recebemos do grande radialista Edemar Annuseck.
 
"Maior transação do futebol paranaense na década de 60, o goleiro Joel João Mendes nasceu em 25 de junho de 1946, em Campo Magro, Paraná.
Ainda muito jovem fixou residência no gastronômico bairro de Santa Felicidade, o reduto mais italiano da capital paranaense, onde iniciou sua carreira de goleiro no Trieste EC, um dos mais tradicionais clubes do futebol amador de Curitiba.
Em 1966, Joel Mendes foi contratado pelo Coritiba Foot Ball Club, para integrar a equipe profissional do Alto da Glória. Estreou em 1967, jogando os 45 minutos finais de uma partida amistosa contra o Seleto de Paranaguá. Joel Mendes substituiu o goleiro Barbosa.
Joel Mendes jogou pelo Coritiba até 1970, ganhando o Bicampeonato Paranaense 68/69. Em 6 de janeiro de 1970, foi pivô da maior transação do futebol paranaense: o Santos de Athiê Jorge Cury o contratou por 300 mil (ou milhões) de cruzeiros. Na negociação, o Coritiba recebeu os passes de Hermes, Negreiros, Werneck, além do valor arrecadado em dois jogos disputados com o time de Pelé.
Joel Mendes foi contratado pelo Santos, porque o lendário Gilmar dos Santos Neves tinha encerrado sua carreira e, o clube só tinha Cláudio e Agnaldo. Laércio e Lalá também já haviam se aposentado. Mas Joel Mendes deu muito azar na Vila Belmiro; fraturou o punho da mão direita e ficou impossibilitado de jogar por seis meses. Quando voltou, o Santos tinha contratado Agustin Mário Céjas. Com isso, Joel Mendes foi emprestado, em 1972, para o Coritiba, quando foi campeão do Torneio do Povo.
Em 1973, passou pela Portuguesa de Desportos. No ano seguinte, ganhou a Bola de Prata do Placar, defendendo o Esporte Clube Vitória da Bahia. Foi tricampeão pelo Esporte Clube Bahia, entre 1975 e 1977, quando o clube conquistava o pentacampeonato baiano. Foi bi-campeão pelo Esporte Clube Santa Cruz do Recife (79-80).
Joel Mendes voltou para o futebol paranaense, onde encerrou sua carreira no Esporte Clube Colorado, em 1984 (Colorado que surgiu da fusão do CA Ferroviário , Britânia e Palestra Itália). Depois da aposentadoria, teve de atender a insistentes pedidos de amigos e foi jogar algumas partidas nesse mesmo ano pelo AC Paranavaí, no Campeonato Paranaense.
Hoje Joel Mendes, aos 60 anos, dirige a Panificadora e Confeitaria Trigo de Ouro de sua propriedade, na rua Fagundes Varella, no bairro Jardim Social ? o mais sofisticado de Curitiba. No restaurante da sua Panificadora e Confeitaria, onde serve almoço por quilo ? e tem uma freguesia extraordinária ? relembra sua trajetória no futebol, com os quadros de fotos espalhados pelas paredes.
Joel Mendes é casado com Maria de Fátima e tem três filhos, Mozart, Monalisa e Merilyn.
Edemar Annuseck"

    ver mais notícias
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      47
    • 2 Grê
      39
    • 3 San
      36
    • 4 Pal
      33
    • 5 Spo
      29
    • Veja tabela completa

    Últimos craques