publicidade

João do Pulo

Ex-recordista mundial do salto triplo
por Raphael Cavaco

João Carlos de Oliveira, o saudoso "João do Pulo", proporcionou orgulho aos brasileiros no atletismo ao quebrar o recorde mundial do salto triplo no dia 15 de outubro de 1975, nos Jogos Pan-Americanos do México. Ele pulou a uma distância de 17,89 m. Tal marca só foi batida dez anos depois, pelo americano Willie Banks, que saltou 17,97m. Clique aqui e veja matéria sobre o feito de Banks.

O saltador canarinho bateu vários recordes no juvenil e, no profissional, venceu dois Pan-americanos, além de faturar duas medalhas olímpicas de bronze em 1976 (Montreal-CAN) e 1980 (Moscou-RUS).

Filho de Pindamonhangaba (SP), terra também de Geraldo Alckmin, João nascera em 28 de maio de 1954. Era menino pobre e órfão de mãe. Na adolescência, ingressou no exército, onde vestiu a indumentária militar por 14 anos e chegou à patente de sargento. Como tinha corpo esguio e pernas longas, começou no atletismo. O sucesso no esporte veio após conhecer o técnico Pedro Henrique de Toledo, o Pedrão.

O ex-atleta, porém, experimentou o outro lado da moeda: ostracismo e fracasso nos negócios. A bebida foi a pior solução de seus problemas. Antes disso, uma fatalidade do destino iniciou sua crise pessoal. Em 1980, um acidente abreviou sua promissora carreira. Após sofrer um ano no hospital, ele teve uma perna amputada como resultado da trágica batida automobilística.

No fim da vida, deprimido e depressivo, João morreu de cirrose hepática no dia 29 de maio de 1999, aos 45 anos. Seu nome então voltou a ser objeto de várias homenagens, batizando uma série de lugares. Um deles é o centro esportivo que fica em sua cidade natal.

Lá, foi criado o memorial João do Pulo, como mais um ponto turístico pindamonhangabense. O local abriga todo o acervo da vida esportiva deste memorável e maior triplista do país, com suas medalhas, troféus e fotos. O jornalista-apresentador Milton Neves tem a sua de recordação.

João casou-se duas vezes, deixando uma filha em São Paulo e uma mulher com um filho em Pindamonhangaba, sua cidade natal. Em 28 de maio de 2012, Milton Neves conheceu Emmanuel Norberto Carrupt de Oliveira, também conhecido como Pulinho, um rapaz de 17 anos com quase 1,90m e disposto a seguir carreira como atleta.

O encontro aconteceu durante a cerimônia de entrega da Comenda João Carlos de Oliveira - João do Pulo a Milton Neves. Também estava presente a viúva de João do Pulo, Maria Aparecida Carrupt de Oliveira, conhecida como Lili.

    ver mais notícias
    RECORDE MUNDIAL DE SALTO TRIPLO

    Quebrou o recorde mundial do salto triplo no dia 15 de outubro de 1975, nos Jogos Pan-Americanos do México. Ele pulou a uma distância de 17,89 m. Tal marca só foi batida dez anos depois, pelo americano Willie Banks, que saltou 17,97m.

    MARCAS DO GRANDE ATLETA BRASILEIRO

    O saltador canarinho bateu vários recordes no juvenil e, no profissional, venceu dois Pan-americanos, além de faturar duas medalhas olímpicas de bronze em 1976 (Montreal-CAN) e 1980 (Moscou-RUS).

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES