publicidade

Gilberto Silva

Volante do Atlético-MG, Arsenal, Grêmio e Seleção Brasileira
por Túlio Nassif

Gilberto Aparecido da Silva, o Gilberto Silva, nasceu no dia 7 de outubro de 1976, em Lagoa da Prata, Minas Gerais. Cresceu em uma família pobre.
 
Gilberto Silva encerrou a carreira de jogador em 2013, mas três anos depois, em maio de 2016, retornou ao futebol como diretor do Panathinaikos, da Grécia.

Iniciou sua carreira nas categorias de base do América Mineiro, em 1988, permanecendo até 1993. Devido ao baixo salário que recebia, abandonou o futebol arrumou outro emprego. Retornou somente ao futebol em 1997, no próprio América. Na sua primeira temporada pelo clube, foi considerado um dos jogadores primordiais pela conquista da Série B. Mas no ano seguinte, o Coelho não conseguiu se firmar na divisão principal e voltou para Série B.

Em 1999 houve uma larga modificação no regulamento do Campeonato Brasileiro e a equipe do América Mineiro acabou por retornar à elite, disputando o Módulo Azul da competição. Gilberto foi mais uma vez, o grande destaque da equipe mineira.

Aos 24 anos de idade, conquistou pelo América a Copa Sul-Minas, despertando o interesse do Atlético-MG, que o contratou no ano de 2000. O começo no Galo não foi muito animador, ele quebrou a tíbia direita e ficou afastado dos gramados por quase um ano. Quando voltou para equipe, o então técnico, Carlos Alberto Parreira, mudou sua posição, de zagueiro-central para volante. Em 2001, foi considerado o jogador revelação do campeonato.

Se tornou um dos principais jogadores da equipe, defendendo as cores do Atlético por três anos, conquistando o Campeonato Mineiro de 2000.

Defendeu por três jogos a Seleção Brasileira, um amistoso e duas partidas das eliminatórias, marcou três gols e ajudou na classificação para a Copa do Mundo de 2002, o bastante para ganhar a confiança do então treinador Luiz Felipe Scolari.

Com a lesão do titular Emerson, Gilberto Silva ganhou a posição, tendo atuado em todos os sete jogos da competição, sem ser substituído em nenhum jogo.

Ganhou notoriedade fazendo parte dessa Seleção que conquistou a Copa do Mundo de 2002, na Koreia e Japão. E no dia 7 de agosto de 2002 assinou um contrato de 4 milhões e meio de libras com o Arsenal. No clube londrino, conquistou a Supercopa da Inglaterra em 2002 e 2004, a Copa da Inglaterra em 2003 e 2005, e o título da Premier League na temporada 2003/04.

Novamente foi convocado para disputar uma Copa do Mundo, a da Alemanha. Mas o Brasil, que era apontado como grande favorito, acabou sendo eliminado e pela França. Entretanto, no em 2007, a Seleção Brasileira conquistou, a Copa América e, Gilberto Silva estava lá. Ainda pela Seleção Canarinho, conquistou a Copa das Confederações de 2005 e 2009.

Após a Copa América 2007, em julho de 2007, quando Gilberto foi convocado e faltou as primeiras partidas do clube na temporada 2007/08, o jogador brasileiro perdeu a vaga de titular, então, se transferiu para o futebol grego e acertou com o Panathinaikos. Pela equipe grega, ganhou o Campeonato Grego de 2010 e a Copa da Grécia de 2010.

Parecia que o ano de 2010 ia ser de conquistas e realizações. Foi mais uma vez, para um Mundial, agora na África do Sul. Contudo, mais uma vez foi eliminado, agora pela Holanda.

Depois de mais de uma década no futebol do exterior, no dia 23 de maio de 2011, foi anunciada oficialmente sua transferência do Panathinaikos para o Grêmio, onde disputaria o Campeonato Brasileiro de 2011, marcando assim, o retorno ao Brasil.

Entretanto, quis o destino que, no dia 10 de novembro de 2012, o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, confirmou que Gilberto Silva assinou um pré-contrato com o clube mineiro. O acordo, começava a valer na temporada 2013 e com dois anos de duração, isto deve marcar o encerramento da carreira do jogador, justamente no clube no qual se destacou nacionalmente.

E no dia 24 de julho de 2013, conquistou para o Galo, que amargurava longos 42 anos sem um título de expressão, a inédita taça para o clube mineiro da Copa Libertadores da América.
 
Gilberto Silva encerrou a carreira de jogador ainda em 2013, mas três anos depois, em maio de 2016, retornou ao futebol como diretor do Panathinaikos, da Grécia.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES