publicidade

Frank Fortes

Jornalista
por Marcos Júnior Micheletti

Frank Robson de Oliveira Fortes, o Frank Fortes, nasceu na cidade paulista de Águas da Prata, limítrofe à mineira Poços de Caldas, em 13 de maio de 1971. Atualmente trabalha no Portal Terceiro Tempo.
 
Trabalhou na Rádio Bandeirantes entre 2004 e 07 de agosto de 2017, dia em que foi dispensado em mais um corte de funcionários da emissora do Morumbi, que na ocasião também demitiu o jornalista Milton Blay.
 
HISTÓRICO
 
Filho caçula do casal Onofre Fortes (já falecido, sepultado em São João da Boa Vista) e Dona Antonia de Oliveira Fortes, Frank tem sete irmãos, sendo três homens e quatro mulheres.

Mudou-se para Santo André, cidade do ABC paulista aos quatro anos de idade, e dez anos depois começou a trabalhar como ajudante geral em uma loja de parafusos, em São Bernardo do Campo.

Passou a vendedor de parafusos e ingressou no curso de jornalismo da conceituada Universidade Metodista, em São Bernardo do Campo.

Continuou trabalhando como vendedor e iniciou em uma rádio comunitária de Santo André, a Patrulha FM, onde apresentava um programa musical, voltado ao rock.

Paralelamente ao curso universitário, Frank matriculou-se no Curso Rádio Oficina, em São Paulo, e em seguida foi produtor de conteúdo na American Sat  no programa "Acorda Brasil", que mesclava informações mais voltadas ao meio rural e baladas sertanejas.

Assim que terminou o curso de jornalismo na Metodista, Frank dedicou-se exclusivamente ao trabalho como radialista, deixando definitivamente a atividade de vendedor, passando a encarar uma jornada tripla: entre 4h e 7h na American Sat; das 8h às 12 na Patrulha FM e das 13h às 19h na Rádio ABC.

Foi justamente na Rádio ABC que Frank Fortes inicia no jornalismo esportivo, onde atuou entre 1999 e 2001, ano em que transferiu-se para o Portal Terra, em um projeto corporativo, com a Coca-Cola voltado ao público jovem, com destaque ao skate e surf.

Durante o tempo em que esteve na Rádio ABC, Frank trabalhou no Canal ABC 3, emissora de televisão comunitária do ABC paulista.

Frank Fortes conheceu Sergio Patrick quando trabalhava na Rádio ABC, que o indicou para uma vaga no site da Rádio Bandeirantes, mas que pudesse ser versátil a ponto de atuar também no ar.

"E eu conheci o Patrick quando trabalhava na Rádio ABC. Nós nos encontrávamos nos jogos do Santos, fazendo meta. E depois que eu saí da ABC nos reencontramos no Terra", comentou Frank Fortes ao Portal Terceiro Tempo.

"Em 2004 eu tive uma primeira conversa com o Luis Artur Nogueira e o José Carlos Carboni, na Rádio Bandeirantes. Após três semanas tive um outro encontro, com os dois e mais o Fernando Vieira de Mello Filho e acabei sendo contratado", relembra Frank Fortes.
 
Em 2005 fez um teste e vídeo para a produtora do Canal 21, do Grupo Bandeirantes, para um programa de clips musicais, que acabou sendo visto por José Carlos Carboni que gostou de sua desenvoltura e voz.

A boa impressão gerou um convite para que Frank fizesse a cobertura do jogo entre Palmeiras e Marília, no Palestra Itália, mas o repórter que ele iria substituir acabou chegando e sua estreia foi em um jogo da Série B, entre Portuguesa e Santo André.

"Foi uma grande coincidência o meu primeiro jogo ser justamente do Santo André, clube da cidade em que moro desde pequeno e que já tinha feito diversas coberturas nos meus tempos de trabalho no ABC. O Santo André ganhava por dois a zero e a Lusa empatou. Trabalhei ao lado do Eduardo Afonso naquela jornada esportiva", diz Frank Fortes.

Esporadicamente trabalhava em coberturas de jogos, continuando como editor de internet, passando a integrar a equipe de esportes da Rádio Bandeirantes, como produtor e coordenador e, após a saída de Mário Mendes, no "Domingo Esportivo".

Com a chegada de Milton Neves à Rádio Bandeirantes, em 2005, Frank Fortes passa a atuar a seu lado, no Domingo Esportivo e a partir de 2010 participa mais ativamente do programa, com informações da rodada e cuidando da produção com entrevistados, saindo um pouco do universo futebolístico, trazendo artistas, entre eles os cantores Eduardo Araújo e Wilson Simoninha.

"O Milton tem um estilo marcante e nosso relacionamento foi se estreitando com o passar do tempo.Temos algumas coisas em comum, como a infância no interior e o fato da minha mãe chamar-se Antonia, como sua tia. Quando meu pai morreu, um momento muito difícil para toda a minha família, o Milton mandou uma mensagem muito marcante para mim, para que eu desse todo apoio a minha mãe", pondera Frank.

Os ouvintes do Domingo Esportivo podem se deliciar com as imagens dos bastidores do programa, pois Frank Fortes registra em fotos os momentos que precedem o início da atração dominical da Rádio Bandeirantes.

Residente em Santo André, Frank é casado com Mariangela Fortes, jornalista e pedagoga, que exerce esta última função. O casal tem um filho, Felipe.
    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      59
    • 2 Int
      56
    • 3 Fla
      55
    • 4 São
      52
    • 5 Grê
      51
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES