publicidade

Falcão

Craque do futsal
por Marcelo Rozenberg
 
Consagrado como um dos maiores jogadores de futsal de todos os tempos, Alessandro Rosa Vieira, o Falcão, seguia em 2017 defendendo a equipe Magnus Futsal, da cidade de Sorocaba-SP.
 
Falcão teve uma passagem rápida e sem brilho pelo São Paulo Futebol Clube em 2005. Contratado pelo então presidente Marcelo Portugal Gouvêa, chegou ao Morumbi sem o aval do treinador Émerson Leão.

Criou-se uma enorme expectativa em relação à sua estréia, mas o técnico jamais demonstrou boa vontade em relação a ele. Tanto que, frustrando planos ousados de marketing da diretoria tricolor, o colocou em campo pela primeira vez em um jogo noturno com menos de 10 mil pessoas no Morumbi contra o Ituano, no dia 20 de janeiro de 2005. Foram apenas oito minutos em que Falcão teve tempo para fazer um lançamento perfeito para Grafite e dar um chute de perna esquerda que obrigou o goleiro do time de Itu a realizar boa defesa. Seu último jogo como atleta do São Paulo ocorreu no dia 17 de abril de 2005 contra o Mogi Mirim. Por sinal, está foi a única vez que Leão o escalou como titular. Curiosamente, o São Paulo naquela ocasião já havia conquistado por antecipação o título paulista da temporada. Desde 2005, Falcão, casado e pai de dois filhos, defende as cores do Malwee/Jaraguá, equipe de futsal catarinense.

Nascido em São Paulo em 08 de junho de 1977, é extremamente vitorioso no futsal. Começou a jogar em 1989 no Guapira, de São Paulo, e passou depois por Corinthians Paulista, G.M./Chevrolet (SP), C.A.Atlético/Pax de Minas (MG), Rio de Janeiro/Miécimo (RJ), São Paulo F.C./Osasco (SP), E.C.Banespa (SP) e Malwee/Jaraguá (SC). Sem falar da Seleção Brasileira de futsal, pela qual conquistou um Campeonato Mundial FIFA(2008), e mais de 10 títulos e inúmeras premiações individuais, além de ter marcado mais de 200 gols.

Após deixar o São Paulo, Falcão convocou uma coletiva em um bar no bairro de Santana, na Zona Norte de São Paulo. Criticou asperamente Émerson Leão. Em uma de suas colocações, afirmou que às vezes o técnico é "paizão" e defende o jogador na imprensa, mas cobra no vestiário. No seu caso, isso não ocorreu. Cobrou-se na imprensa e no vestiário não se falou nada. No entanto, elogiou a postura da direção do clube, que chegou até a lhe propor a renovação de contrato por mais dois anos.
 
Em 02 de janeiro de 2012, anunciou via Twitter que iria jogar a temporada na equipe do Orlândia de futsal. Vestindo a camisa da seleção, o craque superou lesões e uma paralisia facial e foi peça fundamental na conquista do sétimo título mundial brasileiro de futsal no mesmo ano.
    Começou a jogar em 1989 no Guapira, de São Paulo, e passou depois por Corinthians Paulista, G.M./Chevrolet (SP), C.A.Atlético/Pax de Minas (MG), Rio de Janeiro/Miécimo (RJ), São Paulo F.C./Osasco (SP), E.C.Banespa (SP) e Malwee/Jaraguá (SC). Sem falar da Seleção Brasileira de futsal, pela qual conquistou um Campeonato Mundial FIFA(2008), e mais de 10 títulos e inúmeras premiações individuais, além de ter marcado mais de 200 gols.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES