publicidade

Donizete, o `Pantera´

Ex-atacante do Botafogo e Vasco
por Marcos Júnior
 
Osmar Donizete Cândido, o Donizete "Pantera", nasceu em Prados, Minas Gerais, em 24 de outubro de 1968 e iniciou a carreira no Volta Redonda (RJ).
 
Passou por São José-SP, Botafogo, Vasco, Corinthians, Palmeiras e equipes do futebol mexicano, japonês e português.
 
Vice-campeão paulista com o São José-SP em 1989, o ex-jogador se transferiu ao Botafogo-RJ, e logo despertou o interesse do futebol mexicano.
 
Donizete atuou pelo Tecos, do México e, confirmando a fama de fazer gols decisivos, fez o gol do título e foi o artilheiro do campeonato na temporada 93/94.
 
De volta ao "Glorioso", Donizete conquistou o Campeonato Brasileiro de 1995. No ano seguinte, teve uma rápida passagem pelo Benfica, de Portugal, e pelo Japão, onde defendeu o Tokyo Verdy e conquistou a Copa Kirin.
 
O retorno ao Brasil aconteceu em grande estilo, no período de parceria entre o Corinthians e o Banco Excel, que patrocinou o Timão em 1997. Pelo Corinthians conquistou o título paulista do mesmo ano diante do São Paulo e reencontrou Túlio Maravilha, companheiro na conquista do Brasileirão de 1995.
No segundo semestre de 1997, o "Pantera" retornou ao Rio de Janeiro para defender o Vasco. No segundo semestre, foi emprestado, ao lado de Bebeto e Gonçalves, para disputar uma única partida pelo Cruzeiro: a final do Mundial. A equipe mineira foi derrotada pelo Borussia Dortmound da Alemanha, por 2 a 0, no Japão.
 
De volta ao Vasco, participou da conquista da  Libertadores da América em 98. A campanha foi fantástica. O time carioca eliminou o Cruzeiro nas oitavas, o Grêmio nas quartas, e o River Plate nas semifinais. O confronto que decidiu o título foi diante do Barcelona de Guayaquil, do Equador.
 
Na primeira partida, disputada em São Januário, o Vasco venceu por 2 a 0, com gols de Donizete e Luizão. No segundo e decisivo jogo, mais uma vitória do Vasco, desta vez por 2 a 1, gols de Luizão e Donizete para o Vasco e De Ávila descontando para o Barcelona.
 
O jogador, que chegou a participar de várias convocações de Zagallo para a Copa de 1998, acabou ficando fora da lista definitiva, preterido por Bebeto. O corte de Romário reacendeu as esperanças do "Pantera", mas a comissão técnica optou pelo volante Emerson.
 
A última equipe que defendeu foi o Macaé (RJ) da segunda divisão do futebol carioca, mas ainda participa de torneios de showbol pela equipe do Vasco.
O "Pantera" trabalha atualmente na Fundação Pantera Negra, no Rio de Janeiro e agencia novos talentos. Um dos próximos passos de Donizete é iniciar a carreira de treinador. Ele já fez dois cursos preparatórios nessa área.
 
Em 18 de fevereiro de 2014 foi anunciado como diretor de futebol do Olaria-RJ.
    ver mais notícias
    Pelo Corinthians:

    Disputou 52 partidas e marcou 15 gols.

    Fonte: Almanaque do Timão, de Celso Unzelte.

    Pela Seleção Brasileira:

    Disputou 9 jogos, sendo 7 vitórias e 2 empates. Marcou 2 gols.

    Fonte: Seleção Brasileira - 90 Anos - 1914 - 2004, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      62
    • 2 Fla
      58
    • 3 Int
      56
    • 4 São
      53
    • 5 Grê
      52
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES