publicidade

Djalma Santos

Ex-lateral do Palmeiras e Lusa
Djalma Santos, cujo nome oficial é Dejalma dos Santos, nascido em São Paulo em 27 de fevereiro 1929, nosso eterno lateral-direito das Copas de 1954, 58, 62 e 66 é professor de futebol das escolinhas públicas de Uberaba (MG). Internado desde o dia 1 de julho no Hospital Hélio Angotti, em Uberaba, Minas Gerais, Djalma Santos não resistiu ao quadro crítico de comprometimento da função renal e morreu no dia 23 de julho de 2013.

Viúvo de seu primeiro casamento (casou novamente, anos depois), ele foi craque da Lusa entre 1949 e 1958, Palmeiras de 59 e 68 e Atlético Paranaense de 68 a 72, onde encerrou sua carreira aos 42 anos.

Suas boas atuações na defesa da Portuguesa de Desportos lhe renderam uma vaga entre os convocados para a Copa da Suiça, em 1954.

Quatro anos mais tarde Djalma também integrou o grupo brasileiro que foi para a Suécia e venceu a copa pela primeira vez. A única partida em que jogou desde o início foi a final, contra a Suécia (De Sordi era o titular) e mesmo assim foi escolhido o melhor lateral daquele mundial.

Em 1962, também fez parte do grupo do técnico Aymoré Moreira que trouxe o bi-mundial do Chile, mas agora como titular absoluto. E quatro anos depois, lá estava Djalma Santos de novo, jogando seu quarto mundial de seleções.

Ele foi um dos 47 jogadores convocados pelo técnico Vicente Feola, para o período de treinamento que visava conquistar a Copa da Inglaterra e, consequentemente, o tricampeonato mundial de futebol. Infelizmente deu tudo errado.

Os 47 jogadores convocados, devido a forte pressão dos dirigentes dos clubes, para o período de treinamento em Serra Negra-SP e Caxambu-MG como preparação para a Copa de 66, na Inglaterra, foram: Fábio – São Paulo, Gylmar – Santos, Manga – Botafogo, Ubirajara Mota – Bangu e Valdir – Palmeiras (goleiros); Carlos Alberto Torres – Santos, Djalma Santos – Palmeiras, Fidélis – Bangu, Murilo – Flamengo, Édson Cegonha – Corinthians, Paulo Henrique – Flamengo e Rildo – Botafogo (laterais); Altair – Fluminense, Bellini – São Paulo, Brito – Vasco, Ditão – Flamengo, Djalma Dias – Palmeiras, Fontana – Vasco, Leônidas – América/RJ, Orlando Peçanha – Santos e Roberto Dias – São Paulo (zagueiros); Denílson – Fluminense, Dino Sani – Corinthians, Dudu – Palmeiras, Edu – Santos, Fefeu – São Paulo, Gérson – Botafogo, Lima – Santos, Oldair – Vasco e Zito – Santos (apoiadores); Alcindo – Grêmio, Amarildo – Milan, Célio – Vasco, Flávio – Corinthians, Garrincha – Corinthians, Ivair – Portuguesa de Desportos, Jair da Costa – Inter de Milão, Jairzinho – Botafogo, Nado-Náutico, Parada – Botafogo, Paraná – São Paulo, Paulo Borges – Bangu, Pelé – Santos, Servílio – Palmeiras, Rinaldo – Palmeiras, Silva – Flamengo e Tostão – Cruzeiro (atacantes).

Dos 47 convocados por Vicente Feola, para esse infeliz período de treinamentos, acabaram viajando para a Inglaterra os seguintes 22 "sobreviventes": Gylmar e Manga (goleiros); Djalma Santos, Fidélis, Paulo Henrique e Rildo (laterais); Bellini, Altair, Brito e Orlando Peçanha (zagueiros); Denílson, Lima, Gérson e Zito (apoiadores); Garrincha, Edu, Alcindo, Pelé, Jairzinho, Silva, Tostão e Paraná (atacantes).
    ver mais notícias
    ver mais Áudio

    Pelo Palmeiras:

    Com a camisa palmeirense, entre os anos 1959 e 1969, Djalma Santos realizou 498 jogos (295 vitórias, 105 empates e 98 derrotas) e marcou 10 gols. Pelo Palmeiras, ele foi campeão do Roberto Gomes Pedrosa (1967), Taça Brasil (1960 e 1967), Rio-São Paulo (1965) e Paulista (1959, 1963 e 1966).
    Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti

    Pela Seleção Brasileira:

    Pela Seleção Brasileira, Djalma Santos fez 111 jogos (79 vitórias, 16 empates, 16 derrotas) e marcou três gols.
    Fonte: Seleção Brasileira - 90 Anos - 1914 - 2004, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf

    Títulos da carreira de Djalma Santos

    Palmeiras: Taça Brasil (19660, 1967), Robertão (1967), Paulista (1959, 1963, 1966), Rio-São Paulo (1965).

    Portuguesa:Rio-São Paulo (1952), Roberto Gomes Pedrosa (1955)

    Atlético Paranaense:Campeão Paranaense (1970)



    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      37
    • 2 Grê
      31
    • 3 San
      27
    • 4 Fla
      15
    • 5 Spo
      24
    • Veja tabela completa

    Últimos craques