publicidade

Chiquinho

Ex-centroavante do Flamengo
por Rogério Micheletti/Colaboração especial do internauta português Pedro Soares
 
Franscisco Carlos, o Chiquinho, ex-centroavante do Botafogo de Ribeirão Preto e Flamengo, na metade dos anos 80, hoje mora em Lisboa, Portugal. Hoje, um pouco mais recuado que nos tempos de jogador profssional, Chiquinho costuma bater uma bolinha nos times amadores da Igreja Nova de Lisboa. Ele é líbero e não mais atacante.

Nascido no dia 26 de abril de 1963, em Taquaritinga (SP), Chiquinho começou a carreira nas divisões de base do Clube Atlético Taquaritinga e depois foi para o Botafogo de Ribeirão, onde se destacou no ano de 1984. Depois de um belíssimo Paulistão pelo time do Pantera, Chiquinho recebeu propostas do Corinthians e do Santos, mas acabou acertando transferência para o Flamengo.

No rubro-negro, Chiquinho atuou ao lado de várias feras, entre elas o meia Adílio, o volante Andrade, o zagueiro Mozer, o atacante Bebeto, entre outros.

Depois do Flamengo, onde ficou de 85 a 86 (fez 76 partidas, 42 vitórias, 16 empates, 18 derrotas e marcou 23 gols-números do "Almanaque do Flamengo", de Clóvis Martins e Roberto Assaf), Chiquinho foi defender o Benfica. Pelo time de Lisboa, o centroavante fez duas temporadas: 86/87 (27 jogos e nove gols) e 87/88 (28 jogos e cinco gols).

Seguiu no futebol português, onde defendeu também o Vitórias de Guimarães, de 88 a 91, o Sporting de Braga, de 91 a 93, o Vitória de Setúbal, de 93 a 95, o Academico Viseu, de 95 a 97, o Atlético, de 97 a 98 e o Mafra, de 98 a 2002.

    ver mais notícias

    Pelo Flamengo:

    Ficou de 85 a 86 no Fla (fez 76 partidas, 42 vitórias, 16 empates, 18 derrotas e marcou 23 gols - números do "Almanaque do Flamengo", de Clóvis Martins e Roberto Assaf.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      62
    • 2 Fla
      58
    • 3 Int
      56
    • 4 São
      53
    • 5 Grê
      52
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES