publicidade

Antônio Lopes

Delegado e técnico de futebol
por Fábio Lucas Neves
Antônio Lopes dos Santos nasceu no Rio no dia 12 de junho de 1941. Filho de um taxista e criado com oito irmãos, o treinador tem as suas raízes na zona portuária e foi obrigado a se virar para concluir os cursos de Educação Física e Direito. Ele tentou ser jogador entre 58 e 62 - chegou a defender o Olaria e o Bonsucesso, mas foi impossível conciliar a carreira com os estudos.
 
Em 01 de janeiro de 2013, aceitou o convite para ser gerente de futebol do Clube Atlético Paranaense. Foi desligado do cargo na temporada seguinte, no dia 22 de junho, após um início de ano não muito bom do Furacão.
 
Em 27 de dezembro de 2014 foi anunciado como gerente de futebol do Botafogo-RJ.

A trajetória no futebol foi retomada em abril de 74 graças a uma amizade. Já formado professor de Educação Física e recém-nomeado comissário de polícia, Lopes recebeu na delegacia da Praça Tiradentes, no centro, a visita de um colega de sala da faculdade: o preparador-físico do Vasco Hélio Vígio. O carro do goleiro Andrada havia sido apreendido e precisava ser liberado. Enquanto os entraves burocráticos eram superados, surgiu o convite para Lopes integrar a comissão técnica do time carioca, liderada à época por Mário Travaglini. Proposta aceita.
Lopes trabalhou como auxiliar de preparação-física do Vasco até 79, quando foi demitido por causa da crise atravessada pelo clube dentro de campo. No fim daquele ano, surgiu o convite para o "Delegado? assumir o Olaria onde, meses depois, daria ao jovem Vanderlei Luxemburgo a chance de fazer um estágio. Foi o início da trajetória de sucesso de Antônio Lopes como técnico.
Em 38 anos de carreira, Lopes dirigiu 20 clubes, 16 no Brasil e 4 no exterior, além de ter trabalhado na seleção do Kuwait (83 a 85) e da Costa do Marfim (88). Como diretor-técnico, o marido da Dona Elza foi pentacampeão com a seleção brasileira em 2002.
A identificação de Lopes com o Vasco é enorme. Ele iniciou a carreira no clube em 74 como auxiliar de preparação-física e, ao longo da carreira, já assumiu o time cinco vezes (81 a 83, 85 a 86, 97 a 2000, 2002 a 2003 e 2008).
Em 2010, o treinador assumiu um novo desafio, o Avaí. O time que estava na primeira divisão do Campeonato Brasileiro daquele ano, oscilou muito na mão de Lopes. O treinador ficou em Florianópolis de julho até setembro de 2010, quando foi demitido.
No dia 7 de outubro do mesmo ano, Lopes acertou sua transferência para o Vitória, da Bahia, aceitando o desafio de tentar evitar o rebaixamento do clube para a Série B.
 
Após perder o título estadual para Bahia de Feira de Santana, a diretoria rubro negra resolveu demitir o experiente treinador em 16 de maio de 2011. Em 2 de setembro de 2011, acertou o seu retorno ao Clube Atlético Paranaense, que nesta temporada lutava para escapar do rebaixamento para a série B.
Depois de descansar dois meses, Lopes aceitou o desafio de comandar o América Mineiro no Campeonato Brasileiro. A sua contratação foi oficializada em 12 de julho de 2011, porém, em menos de um mês os resultados não vieram e o treinador entregou o cargo.
Antônio Lopes Delegado? Leia o texto abaixo do internauta J. Macello e veja as fotos.

Prezado e admirável Milton, meu nome é MACELLO, filho desse goleiro que aparece na foto junto ao time onde o Antônio Lopes aparece. Esse time era composto só por policiais civis do RJ, se você reparar bem o escudo é a Caveirinha, da Escuderia Detetive LE COQ, do supostamente Esquadrão da Morte, algo nunca provado.
O time já entrava em campo ganhando? Só pelo uniforme, se é que você me entende. Mostre a ele, que ele vai lembrar, pois os dois, além de parceiros na viatura, eram amigos de fé.
Outra que muito poucos sabem é o apelido dele na policia: "CAJÁ". A propósito, esse Morsa está fazendo vestibular para Pedro de Lara? Ele é muito rabugento, principalmente com os times do R
J.
    ver mais notícias
    ver mais Áudio
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      58
    • 2 Grê
      49
    • 3 San
      49
    • 4 Pal
      47
    • 5 Cru
      47
    • Veja tabela completa

    Últimos craques