publicidade

Ana Moser

Ex-jogadora de vôlei
por Diogo Miloni
 
Ana Beatriz Moser, ou apenas Ana Moser, foi uma das melhores jogadoras de vôlei que o Brasil já produziu. Em 2011, trabalhava à frente de sua ONG que levava o esporte para comunidades carentes.

Natural de Blumenau, cidade de Santa Catarina, Ana nasceu no dia 14 de agosto de 1968 e começou no voleibol aos sete anos de idade.

Em 1984, foi convocada pela primeira vez para a Seleção Brasileira infanto-juvenil, e logo mudou-se para São Paulo. No ano seguinte já integrava a equipe adulta e foi escalada como titular nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988.

A arrancada na carreia de Ana Moser foi meteórica, em 1992, já estava participando de sua segunda Olimpíada, desta vez em Barcelona, mas o rendimento da seleção não correspondeu.

Além de ótima jogadora, a catarinense também se destacava por seu comportamento forte e algumas vezes explosivo. Em 1993, ela participou do boicote ao então treinador Wadson de Lima, e ficou fora da seleção durante quase todo o ano, só retornando quando Bernardinho assumiu o time. Ao lado do novo técnico, Ana se firmou ainda mais na posição de titular, tornando-se uma das melhores jogadoras da década de 1990.
 
Durante um período de sua carreira, a jogadora ficou afastada das quadras por conta de algumas cirurgias. A primeira delas aconteceu em 1995, um ano antes dos Jogos Olímpicos de Atlanta, que poderia prejudicar sua convocação. Mas Ana se recuperou, e foi chamada para participar do time que venceria a inédita medalha de bronze.

Nas semifinais da competição, uma das partidas que mais marcou a vida da atleta. As adversárias do Brasil eram as velhas conhecidas de Cuba, o jogo foi muito disputado e acabou sendo vencido pelas rivais. Mas o que marcou mesmo a partida foi a confusão envolvendo Ana Moser Regla Bell e Mireya Luis, que se estranharam na rede e esquentaram o clima no ginásio.

O segundo semestre de 1998, marcou o retorno da ponteira à seleção, para a disputa do Campeonato Mundial, mas apesar de mostrar um grande voleibol, o Brasil só conseguiu a quarta posição.

 Em novembro de 1999, Ana Moser anuncio sua aposentadoria, com uma partida comemorativa entre suas eternas companheiras de seleção, e as rivais do campeonato nacional de vôlei.
 
Após sua saída das quadras, escreveu um livro sobre sua carreira, participou como comentarista esportiva nos canais ESPN Brasil e na Rede Bandeirantes, e em 2009, foi eternizada no Hall da Fama do vôlei internacional.

Clique aqui e veja um vídeo com Ana Moser, feito pelo www.esportepontofinal.com.br


Foto: iG

 

    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      59
    • 2 Int
      56
    • 3 Fla
      55
    • 4 São
      52
    • 5 Grê
      51
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES