publicidade

Amoroso

Ex-atacante do Guarani e São Paulo

por Tufano Silva

Márcio Amoroso dos Santos, o Amoroso, atacante que marcou época no Guarani e no São Paulo, em 2016 decidiu voltar aos gramados e defender o Boca Raton, time da quarta divisão dos Estados Unidos.

Mesmo quando estava afastado do esporte, seguia cuidando da forma, fazendo treinos constantes em academias, além de aplicar o dinheiro que ganhou nos tempos de atleta. "Estou investindo em outras áreas agora. Apostando no ramo da construção", disse o ex-jogador, após uma partida festiva, em julho de 2010.

Início arrasador no Guarani

Nascido em Brasília, em 5 de julho de 1974, Amoroso deixou o futebol brasileiro com apenas 18 anos, após se destacar nas categorias de base do Guarani em 1992, e ser emprestado ao Verdy Kawasaki, do Japão.

Depois de ter ajudado o time nipônico a conquistar dois títulos nacionais, retornou ao Guarani em 1994, para formar, ao lado de Luizão, uma das melhores linhas de ataque da história do time bugrino.

Aquela temporada foi mágica para o atacante. Suas atuações foram fundamentais para o Guarani chegar ao terceiro lugar no Brasileirão, foi artilheiro da competição ao lado de Túlio Maravilha, com 19 gols, e ainda foi eleito o melhor jogador do campeonato.

Amoroso na Itália

Deixou o time de Campinas para fazer uma passagem relâmpago pelo Flamengo. Foram apenas 22 jogos e cinco gols marcados, e três meses depois, o atacante fez as malas e deixou o futebol brasileiro novamente, indo para a Udinese, da Itália.

Permaneceu no time italiano por praticamente três temporadas, e o maior feito do atacante por lá foi ter conquistado a artilharia do Nacional de 1998-99. Logo depois se transferiu para o time do Parma, também da Itália, no qual conquistou a Supercopa Italiana, em 1999.

As contusões acabaram atrapalhando as temporadas seguintes de Amoroso, que se transferiu para o Borussia Dortmund, da Alemanha, em 2001. Nos três anos em que permaneceu no clube alemão, o atacante marcou 28 gols em 59 jogos, além de ter sido fundamental para o título nacional da equipe, em 2002.

Passagem vitoriosa pelo São Paulo

Após uma rápida passagem pelo Málaga, da Espanha, retornou ao futebol brasileiro, desta vez, para defender o São Paulo Futebol Clube. E como foi marcante a passagem de Amoroso pelo Tricolor paulista. Em apenas cinco meses, faturou a Libertadores da América, reeditando com Luizão a eficiente dupla de ataque do Guarani em 1994, além do Mundial de Clubes, no final de 2005, após o time do Morumbi vencer o Liverpool-ING por 1 a 0.

Em alta no futebol mundial, foi contratado pelo Milan em 2006, mas, ao não conquistar espaço no clube italiano, retornou ao Brasil, para atuar no Corinthians. Foram 15 partidas pelo Alvinegro, com apenas três gols marcados e mais uma transferência, desta vez, para o Grêmio, clube no qual o avante também não teve uma boa passagem.

Foi para o futebol grego em 2008, defender o Aris Salônica. Após mais um insucesso, decidiu retornar ao Guarani, clube que o revelou. No entanto, não chegou a realizar partidas oficiais com a camisa do Bugre, e decidiu encerrar sua carreira em 2009. Voltou aos gramados em 2016 para defender o Boca Raton, time da quarta divisão dos Estados Unidos.

Seleção Brasileira

Amoroso foi constantemente convocado para a Seleção Brasileira de 1998 a 2003, entretanto, não participou de nenhuma das Copas do Mundo deste período. Foram 19 jogos pelo Brasil, com 11 vitórias, quatro empates, três derrotas e oito gols marcados. Fonte: Seleção Brasileira - 90 Anos, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf

Abaixo, ouça a entrevista de Amoroso no "Domingo Esportivo" do dia 18 de fevereiro de 2018:

    ver mais notícias

    Pela Seleção Brasileira:

    Foram 19 jogos pelo Brasil, com 11 vitórias, quatro empates, três derrotas e oito gols marcados. Fonte: Seleção Brasileira - 90 Anos, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES