publicidade

Alex Dias Ribeiro

Ex-piloto de Fórmula 1
por Marcos Júnior Micheletti
 
O mineiro Alex Dias Ribeiro participou de dez provas na Fórmula 1, entre 1976 e 1977 (equipes Hesketh e March). E em 1979 foi piloto da equipe Fittipaldi.

Nascido em Belo Horizonte no dia 07 de novembro de 1948, Alex passou sua infância em Brasília, onde começou a acompanhar as provas locais, principalmente as de longa duração, como os 1000 quilômetros de Brasília. Em Brasilía, Nelson Piquet foi um de seus maiores amigos. E uma coincidência: as mães de Alex e Nelson tem o mesmo nome, Clotilde.

Antes de começar a correr em monopostos, foi bicampeão brasiliense de kart (1970 e 1971).

Estreou na Fórmula Ford em 1972, sagrando-se vice-campeão e, já no ano seguinte, conquistou o título da categoria, uma das mais importantes da época para a revelação de pilotos.

Em 1974 iniciou sua carreira internacional pela Fórmula 3 Inglesa, sendo vice-campeão e repetindo o feito em 1975, passando em seguida para a Fórmula 2, último degrau, à época, para a Fórmula 1, categoria em que estreou em 1976 pela equipe Hesketh, com o modelo 308-C. Nessa época também competiu pela Fórmula Atlantic, nos Estados Unidos.

Em 1977 foi piloto da March, com um dos carros mais bonitos, com o patrocínio dos cigarros Hollywood. Na carenagem de seus carros, a inscrição "Cristo Salva" tornou-se uma marca registrada do piloto que organizou um grupo de esportistas denominado "Atletas de Cristo", ao lado de outros esportistas, como o ex-goleiro João Leite (Atlético-MG) e o ex-centroavante Baltazar (Grêmio).

Em 1979 formou dupla com Emerson Fittipaldi na extinta equipe Copersucar-Fittipaldi. Suas melhores colocações, foram obtidas em 1977, pela March, quando recebeu a bandeira quadriculada em oitavo lugar em duas provas: Alemanha e Canadá.

Após sua passagem pela Fórmula 1, deixou temporariamente as pistas para retornar em 1983 no Campeonato Brasileiro de Marcas e no Superkart.
Em 1984 também competiu no Brasileiro de Marcas.
Ainda na década de 80 guiou na Fórmula Ford e Fórmula 3 Sul-Americana, em 1988, mesma categoria pela qual competiu em 1992.
Entre 1999 e 2001 foi o piloto do Medical Car da FIA (carro que conduz o médico nos autódromos no Mundial da Fórmula 1). Em 2001 também participou do campeoanto da Fórmula 3000.
 
Atuou como palestrante e mentor de atletas em cinco Copas do Mundo, três Olimpíadas e três Mundiais de Formula 1, acompanhando esportistas e colaborando para que os mesmos tivessem um melhor desempenho, trabalhando com o stress e a cobrança por resultados.
 
Lançou dois livros que tornaram-se best-sellers: "Mais que vencedor" e "Ninguém vence sozinho", que servem de base para suas palestras motivacionais, que realiza em todo o Brasil.
Em 2012 lançou outro livro, "Sucesso e Significado", com prefácio de Emerson Fittipaldi, pela Editora Hagnos.
 
Entre os clientes atendidos por Alex Dias Ribeiro estão: Petrobrás, Degussa, Evonik, Jacto, Sanofi-aventis, Stock Cars Brasil, Nascar, ISC, Motor Racing Outreach, Pro Athletes Outreach, International School of Leadership SA. COELCE- Companhia Elétrica do Ceará, Vicunha, e Federação das Indústrias Têxteis do Ceará.
 
É casado com Bárbara Montes Ribeiro, com quem tem um casal de filhos: Carol que é arquiteta, grafic designer e fotógrafa, e Daniel, músico profissional.
 
Em 25 de outubro de 2013, o Portal Terceiro Tempo veiculou uma entrevista de Alex Dias Ribeiro ao Bella Macchina, programa de automobilismo do site, apresentado por Marcos Júnior. Abaixo, o vídeo, com edição de Lucas Micheletti

    ver mais notícias
    Títulos e vitórias:
    Bicampeão Brasiliense de kart (1970 e 1971);

    Campeão Brasileiro de F-Ford, em 1973;
    Campeão da Taça europeia de F-3, em 1975.

    No total, em sua carreira de 218 corridas, venceu 24 provas.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      71
    • 2 Grê
      61
    • 3 Pal
      60
    • 4 San
      59
    • 5 Cru
      56
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES