publicidade

Aldeci

Ex-zagueiro do América do Rio
Aldeci, o Aldeci Ramos Teixeira, ex-zagueiro do América do Rio, continua vivendo no Rio de Janeiro, em Macaé, no bairro Aeroporto, onde é aposentado da Petrobrás. É pai de sete filhos e avô de nove netos.
 
Nascido no dia 5 de novembro de 1946, Aldeci, que também comandou a zaga do Remo (onde foi campeão paraense, em 1973) e do ABC de Natal-RN.
 
O ex-zagueiro sente saudades de sua época de jogador, lembrando e contado muitas histórias da bola. Ele ainda tem uma marca no nariz, quebrado em um determinado episódio. "Foi o Suingue, num jogo entre Corinthians e América, em 1971, lá em São Paulo", lembra Aldeci.
 
No dia 24 de novembro de 1971, no estádio do Pacaembu, o América foi derrotado pelo Corinthians por 1 a 0 (gol de Adãozinho). O árbitro José Luis Barreto não viu o meia corintiano Suingue quebrar o nariz de Aldeci, torto até hoje.
 
Dentro do futebol, um de seus melhores amigos foi o médio-volante Badeco, trazido do Corinthians para o Ameriquinha pelo jovem técnico Evaristo de Macedo, e que depois continuou a fazer sucesso na Lusa do Canindé. "Eu e o Badecão já usávamos barba naquela época e isso causava muita polêmica, já que vivíamos uma ditadura militar", recorda o ex-zagueiro.
 
Aldeci atuou pelo América do Rio de 1965 a 1973. Encerrou a carreira em 1977, no ABC de Natal-RN. Em sua carreira, disputou 39 jogos válidos por campeonatos brasileiros.
 
Quem nos enviou as informações foi o excelente Carlos Magno Faturini Abreu, de Macaé-RJ. Muito obrigado, Carlos!
por Gustavo Grohmann
    ver mais notícias
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      47
    • 2 Grê
      40
    • 3 San
      37
    • 4 Pal
      33
    • 5 Fla
      32
    • Veja tabela completa

    Últimos craques