publicidade

Ademir da Guia

Maior ídolo da história do Palmeiras
Ademir da Guia, maior ídolo da história do Palmeiras (SP), nascido no dia 3 de abril de 1942, no Rio de Janeiro (RJ), casado, mora no bairro de Perdizes, zona oeste de São Paulo (SP), e foi eleito vereador da capital paulista em 2004.

Trocou de partido (PC do B por PR), tentou a reeleição em 2008, mas não conseguiu. Obteve "apenas" 17.009 votos. Quatro anos antes, foi lembrado por 27.541 eleitores.
 
Em outubro de 2014 concorreu ao cargo de deputado estadual por São Paulo, mas como não atingiu o número necessário de votos, não foi eleito.

Filho de Domingos da Guia, grande zagueiro do Bangu (RJ), do Vasco (RJ), Peñarol (Uruguai), Boca Juniors (Argentina) e Corinthians, Ademir foi um dos mais geniais meios-campistas do futebol brasileiro em todos os tempos.

Assim como o pai, ele começou a carreira no Bangu e foi contratado pelo Palmeiras em 1961. Herdou o apelido do pai, "Divino", e brilhou no Parque Antartica até 1977, quando encerrou a carreira.

No entanto, o jogo de despedida de Ademir da Guia aconteceu somente no dia 22 de janeiro de 1984, em festa organizada por César e Luis Pereira, dos companheiros da segunda versão da Academia palmeirense.

Os principais títulos conquistados por Ademir foram os seguintes: Paulistas de 63, 66, 72, 74 e 76; Brasileiros de 72 e 73; Robertão, em 67 e 69; Troféu Ramón de Carranza, em 69 e 74; Rio-São Paulo, em 65; Taça Brasil, em 67; Mar del Plata, Laudo Natal e Cidade de Zaragoza, os três em 1972; Torneio IV Centenário do Rio, em 1965. Em 2001, Ademir da Guia recebeu homenagem através de um livro: "Divino: Vida e a arte de Ademir da Guia", de Kléber Mazziero de Souza.
 
Tentou se eleger vereador em São Paulo pelo PHS no ano 2016 mas não conseguiu, recebendo apenas 3.166 votos.
 
Vejam Ademir da Guia em seu esplendor. Ele foi muito melhor do que Cruyff!

 

Abaixo, relembre o dia em que Ademir da Guia e Dudu deram um show de simpatia no Domingo Esportivo, da Rádio Bandeirantes, em 3 de setembro de 2017: 

 

    ver mais notícias
    ver mais Áudio
    Pelo Palmeiras:

    Com a camisa palmeirense, Ademir da Guia disputou 901 jogos, sendo 509 vitórias, 234 empates e 158 derrotas. Marcou 153 gols.
    Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

    Pela Seleção Brasileira:

    Já pela seleção brasileira, o "Divino" atuou em apenas 12 partidas, com 7 vitórias, 3 empates e duas derrotas, sem marcar gols. Os números são do livro "Seleção Brasileira - 90 anos", de Roberto Assaf e Antonio Napoleão.
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      54
    • 2 San
      44
    • 3 Grê
      43
    • 4 Pal
      43
    • 5 Cru
      40
    • Veja tabela completa

    Últimos craques