publicidade
Empresário ficou famoso por descobrir e gerenciar a carreira de grandes talentos brasileiros

Empresário ficou famoso por descobrir e gerenciar a carreira de grandes talentos brasileiros

No blog de Roberto Benevides (R7) - Há quase dez anos, em 2008, ouvi de Wagner Ribeiro, o empresário que tinha gerenciado os primeiros passos de Kaká e Robinho no futebol profissional: 

– O melhor ainda está vindo. É um garoto do Santos, de 16 anos, que arma e lança melhor do que o Kaká, dribla mais que o Robinho e, dentro da área, finaliza como o Ronaldo.

Desconfiado do papo de vendedor, ótimo vendedor, como sempre foi Wagner Ribeiro, reagi em tom discretamente debochado:

– Então, você tem um novo Pelé.

Não, não era Pelé, que, aos 16 anos, já estreara na Seleção Brasileira. Tratava-se, porém, de um novo gênio da bola, o mais fantástico jogador de futebol criado na Vila Belmiro desde que o Rei deixou os campos.

Ele estava falando de Neymar, que, em 2009, pouco depois de completar 17 anos, estrearia no Santos para conquistar nos anos seguintes o tricampeonato paulista, a Copa do Brasil e a Libertadores e, em 2010, com 18 anos, vestiria pela primeira vez a camisa da Seleção.

Reconto a antiga conversa para sugerir a leitura da entrevista a Aiuri Rebello e Pedro Lopes, do UOL, em que o empresário responsável pela transferência de Kaká, Robinho, Lucas, Neymar e Gabigol para o futebol europeu chama atenção para novas e muito jovens promessas do futebol brasileiro:

LÉO PASSOS, do Palmeiras:
"Você sabe quem é o número 10 do Palmeiras, inscrito na Libertadores? É um jogador de 18 anos, da base. É um jogador totalmente diferente. É um atacante que joga pelos lados, joga com a 9 também. Você pode ter certeza: estamos falando de um jogador de Seleção Brasileira no futuro.

> IGOR, do São Paulo:
Ele disputou agora o Torneio de Toulon com a seleção de base. É um meia cheio de drible, de inteligência, que é outro também que tem um futuro brilhante."

> ARTHURZINHO, do Santos:
É um garoto fenomenal. Tem até participação o pai do Neymar. É um jogador que trouxemos de Uberlândia para o Santos. Eu sou empresário do menino. Tem um futuro brilhante também."

LEIA TAMBÉM NO BLOG DO MARCONDES
 
As capas das revistas semanais
 
As manchetes dos jornais deste sábado
 
Corinthians bate recorde de audiência da Globo, mas continua sem patrocínio na camisa
 
Renato Gaúcho dispara: “O Corinthians vai despencar!”
 

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    71
  • 2 Grê
    61
  • 3 Pal
    60
  • 4 San
    59
  • 5 Cru
    56
  • Veja tabela completa