publicidade
Cuellar teve grande atuação e foi coroado com um gol diante da Chapecoense

Cuellar teve grande atuação e foi coroado com um gol diante da Chapecoense

Vinicius Castro
Do UOL, no Rio de Janeiro

O Flamengo não teve muita dificuldade para despachar a Chapecoense. Nesta quarta-feira, o time do técnico Reinaldo Rueda goleou por 4 a 0 para avançar às quartas de final da Sul-Americana. O triunfo só foi possível por conta do desempenho dos `volantes artilheiros´. Cuellar e Willian Arão tiveram atuação de gala e marcaram os gols do triunfo rubro-negro. Juan e Lucas Paquetá completaram o placar.

O Flamengo, agora, espera o vencedor de Fluminense e LDU-EQU para saber quem será o adversário na próxima fase. O Tricolor venceu os equatorianos no Rio de Janeiro por 1 a 0 e decidem nesta quinta-feira na altitude de Quito.

Flamengo abre placar com gol polêmico

Logo aos 6min, o Flamengo abriu o placar com Cuellar. O lance, no entanto, foi bastante polêmico. Isso porque o auxiliar Stephen Atoche assinalou impedimento de Guerrero no início da jogada. O atacante, de fato estava adiantado no momento do passe, mas a bola desviou em Douglas Grolli no meio do caminho, o que caracteriza novo lance. Assim, o peruano ficou em situação legal. O árbitro percebeu a situação no mesmo momento, ignorou a sinalização do bandeira e validou o gol para desespero dos jogadores da Chape, que alegaram ter parado com a marcação de impedimento.

Goleiro da Chape escapa de expulsão

Oito minutos depois do gol, o Flamengo quase ampliou. Willian Arão fez grande jogada e deixou Berrío em condições de marcar. O colombiano se enrolou, mas ia driblando Jandrei, que colocou a mão fora da área. O lance era de expulsão, mas a arbitragem não enxergou a infração e o lance seguiu.

Arão amplia e deixa Fla em grande vantagem

Se Berrío não aproveitou o passe de Willian Arão, coube ao próprio volante aparecer no ataque e fazer o segundo Flamengo. Aos 21min, o jogador não teve muito trabalho, já que teve apenas o trabalho de empurrar para as redes após belíssima jogada de Guerrero pelo lado esquerdo. Rubro-negro ficou com considerável vantagem.

Chape tenta reação, mas para em Diego Alves

Com a desvantagem no placar, a Chapecoense se lançou mais ao ataque para evitar a eliminação. Um empate com gols já seria suficiente para os catarinenses, que foram para cima do Rubro-negro. A tentativa de reação, porém, parou nas mãos de Diego Alves que fez grande defesa em chute de Penilla.

Clima esquenta no segundo tempo

Diego e Moisés se estranhavam desde o primeiro jogo, em Chapecó. Nesta quarta-feira, os dois voltaram a mostrar as ferramentas em campo. O meia do Flamengo, por exemplo, chegou a levar cartão amarelo após falta dura no adversário. O clima não ficou restrito à dupla. O segundo tempo ficou bastante pegado com várias entradas mais forte.

Juan faz terceiro e define classificação

A pressão da Chape durou alguns minutos no fim do primeiro tempo. No segundo, o Flamengo voltou a mostrar equilíbrio em campo e não demorou a matar ao adversário. Aos 17min, Juan aproveitou rebote de Jandrei para fazer o terceiro do Rubro-negro e garantir o time nas quartas de final da Sul-Americana.

Lucas Paquetá entra e transforma vitória em goleada

Com a classificação já encaminhada, Lucas Paquetá entrou em campo buscando seu gol. E ele aconteceu. O atacante marcou o quarto gol e trasnformou a vitória em goleada.

Foto: Bruno Kelly/REUTERS (Retirada do Portal UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    58
  • 2 Grê
    49
  • 3 San
    49
  • 4 Pal
    47
  • 5 Cru
    47
  • Veja tabela completa