publicidade
Na próxima quarta-feira, o Vasco tem pela frente o clássico com o Botafogo no Engenhão

Na próxima quarta-feira, o Vasco tem pela frente o clássico com o Botafogo no Engenhão

Apagão de 27 minutos, protestos contra Eurico Miranda, pancadaria generalizada na arquibancada e tiro de bala de borracha da Polícia Militar. O torcedor de bem que compareceu a São Januário precisou passar por tudo isso para assistir a vitória do Vasco sobre o Avaí, por 1 a 0, na noite deste sábado.

Toda a confusão aconteceu justamente quando o estádio estava às escuras e logo após a grande maioria do público gritar xingamentos contra o presidente cruzmaltino e exaltar o ídolo Edmundo, que apoia o candidato de oposição Julio Brant.

Na próxima quarta-feira, o Vasco tem pela frente o clássico com o Botafogo no Engenhão.

O melhor – Nenê

Novamente titular, o camisa 10 teve uma atuação como nos velhos tempos: correu, driblou, lançou e deu assistência para gol.

Cordão de isolamento

Após a pancadaria na arquibancada, a Polícia Militar precisou fazer um cordão de isolamento separando as organizadas do clube.

Provocação

Identificado com o Flamengo, onde atuou por anos, o meia Jean, do Avaí, foi muito hostilizado quando tocava na bola em São Januário.

Pedido aceito

Tão logo a torcida pediu a entrada de Manga Escobar, o técnico Milton Mendes o chamou para aquecer. Ele entrou na vaga do autor do gol, Yago Pikachu,

Novamente titular

O meia Nenê novamente atuou como titular, assim como já havia acontecido diante da Chapecoense. O técnico Milton Mendes também contou com o retorno do atacante Luis Fabiano, que havia sido poupado.

Estourou o limite

Com a partida deste sábado, Nenê chegou aos sete jogos e estourou o limite para transferência a outro clube da Série A. Sua possibilidade de saída agora é somente para o exterior.

Não compareceu mesmo!

Conforme informado em nota oficial, a organizada "Guerreiros do Almirante" não esteve presente em São Januário. A justificativa para a ausência foram supostas ameaças e coações que estão sofrendo de seguranças do Vasco.

VASCO 1 X 0 AVAÍ
Local: 
São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Auxiliares: Luciano Roggenbaum (PR) e Pedro Martinelli (PR)
Cartões amarelos: Paulão, Nenê, Mateus Vital (VAS) / Juan (AVA)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Yago Pikachu, aos 19 minutos do primeiro tempo (VAS)

Vasco
Martín Silva, Gilberto, Paulão, Breno e Henrique; Jean (Wellington), Douglas, Nenê, Mateus Vital (Andrezinho) e Yago Pikachu (Manga Escobar); Luis Fabiano
Técnico: Milton Mendes

Avaí
Kozlinski; Leandro Silva, Gustavo, Airton e Capa; Judson, Simião, Marquinhos (Lourenço) e Juan; Romulo (Lourenço) e Diego Tavares (Willians Santana)
Técnico: Claudinei Oliveira

Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    26
  • 2 Grê
    22
  • 3 Fla
    17
  • 4 Pal
    16
  • 5 San
    16
  • Veja tabela completa