Otacílio afirmou que espera que o goleiro tenha sucesso em seu retorno ao gramado

Otacílio afirmou que espera que o goleiro tenha sucesso em seu retorno ao gramado

Fábio Aleixo
Do UOL, em São Paulo

Bruno foi apresentado no Boa Esporte na última terça-feira e iniciou os treinamentos para retornar ao futebol, o que a comissão técnica espera que aconteça em um prazo de até 40 dias. Preso até o dia 24 de fevereiro pelo assassinato de Eliza Samudio e liberado após cumprir somente um terço da pena por causa de decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) ele não disputa uma partida oficial desde o dia 5 de junho de 2010. Naquela data, era goleiro do Flamengo na derrota para o Goiás no Maracanã por 2 a 1. Dias depois, iria para a cadeia.

O autor do último gol no goleiro foi Otacílio Neto. O atacante que fazia a sua estreia pelo time esmeraldino se aproveitou de um rebote após chute do lateral Douglas e completou para a rede decretando a virada aos 42 minutos do segundo tempo. Três minutos antes, Hugo havia deixado tudo igual.

"Aquele foi meu primeiro e único gol no Maracanã e lembro até hoje. Não pelo que aconteceu depois com o Bruno, mas sim pelo momento que o Goiás vivia e por estar atuando em um estádio tão emblemático. Além disso, o Bruno era um dos melhores goleiros do país na época", afirmou Otacílio em entrevista ao UOL Esporte.

"Mas logo depois que ele foi preso essa história do gol repercutiu muito. Fizeram muitas reportagens comigo", contou o atacante de 34 anos, que tem passagens por diversos clubes do Brasil, entre eles o Corinthians.

Otacílio afirmou também que espera que o goleiro tenha sucesso em seu retorno ao gramado e evitou entrar em polêmica sobre a sua saída da prisão. "Desejo sorte e que ele possa reerguer de novo e ser feliz. Acho que ele pagou pelo erro, é um cara consciente. Espero quem um dia posso reencontrá-lo nos campos".

O reencontro planejado por Otacílio pode demorar a acontecer tendo em vista apenas a questão esportiva.

O Boa Esporte é de Minas e está na Série B do Campeonato Brasileiro. Já o atacante defende atualmente a Associação Esportiva Iguatu, clube da segunda divisão do Campeonato Cearense. Para o segundo semestre tem apalavrado um acordo para defender a Portuguesa na Série D do Brasileiro.

Aliás, ele já deveria estar defendendo a Portuguesa, mas um imprevisto com seu carro há pouco mais de dez dias impediu que isso acontecesse. Ele rescindiu seu contrato com o Treze-PB e estava caminho de São Paulo com toda sua família quando o veículo quebrou.

"Tinha saído de Campina Grande e estava em Feira de Santana (BA) quando o carro começou a vibrar após eu passar em um burac e deu problema. Não ia dar tempo de chegar a São Paulo para assinar o contrato e ser inscrito na Federação. Comuniquei o presidente da Portuguesa e até mandei por WhatsApp a minha localização para ele ver que não era uma desculpa", contou. "Até daria para ir de avião, mas eu estava com toda a minha família e um monte de coisa no carro. Ia ficar muito ruim".

"Aí como este campeonato da segunda divisão do Ceará era o único que estava com inscrições abertas eu acabei acertando. Mas quero muito defender a Portuguesa e ajudar o time a subir para a Série C", disse o jogador que desde que deixou o Corinthians em 2008 passou por inúmeros clubes do país e no ano passado jogou a Série C pelo Sete de Setembro-MT.

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Você também vai gostar

comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    20
  • 2 Grê
    19
  • 3 Cor
    15
  • 4 San
    13
  • 5 Cha
    13
  • Veja tabela completa