publicidade
Com briga de torcidas fora do campo, Coritiba e Corinthians ficam no 0 a 0 no Couto Pereira

Com briga de torcidas fora do campo, Coritiba e Corinthians ficam no 0 a 0 no Couto Pereira

Mais uma vez a bestialidade marcou presença no futebol brasileiro com as desavenças entre torcedores do Corinthians e do Coritiba,  momentos antes do jogo entre as duas equipes na capital paranaense, que terminou empatado sem abertura de contagem.

Menos ruim que o torcedor corintiano covardemente agredido por simpatizantes do Coxa não sofreu ferimentos graves, sendo atendido no hospital e liberado sem problemas de lesão.

Embora essas hostilidades não se justifiquem em nenhuma hipótese, a gente até entende que torcidas rivais de uma mesma cidade vez por outra se estranhem e cometam essa besteira de entrar em atrito.
 
Mas esse não era o caso do lamentável episódio ocorrido hoje em Curitiba, haja vistas que os clubes que iriam para a disputa de campo não são da mesma cidade, tampouco sustentam entre ambos um histórico marcado por acirradas decisões interestaduais.

O que houve, portanto, foi uma estupidez pueril de maus desportistas querendo, quem sabe, ganhar o foco dos holofotes, recorrendo  ao caminho esdrúxulo da provocação inconsequente que só leva a dois lugares:  à cadeia ou ao hospital.

Esquecendo esse senão, voltemos o foco para aquilo que realmente interessa, que são os resultados da 8ª rodada que se completa nesta segunda-feira com o jogo entre Cruzeiro e Grêmio, no Mneirão.
 
Com certeza o tricolor gaúcho foi o que mais lucrou com os resultados deste domingo, uma vez que vai para o confronto diante da Raposa com o segundo lugar garantido na tabela e com chance de assumir a liderança do certame,  caso vença esse compromisso em Belo Horizonte.

Essa possibilidade surgiu a partir do empate do líder Corinthians com o Coritiba, que de certa forma representou um tropeço para o time dirigido tecnicamente por Fábio Carille, na tumultuada visita que fez à capital do Paraná.

Embora se trate de um compromisso difícil para a equipe treinada por Renato Portaluppi, principalmente por ser um jogo fora contra um tradicional adversário, dá até para arriscar um leve favoritismo por parte do visitante gaúcho.

Conduz a esse raciocínio o  fato de o Grêmio ser um time mais bem estruturado tecnicamente do que o Cruzeiro e ter revelado nessa temporada um condicionamento psicológico que o permite atuar fora de casa com a mesma tranquilidade com que se apresenta em sua Arena, diante de sua torcida.

Foi com esse perfil de visitante ousado, que o mosqueteiro do Pampa bateu com relativa facilidade, fora de seus domínios, equipes como o Fluminense, em duas oportunidades, no Maracanã,  o Furacão na Arena da Baixada e a valente Chapecoense, no caldeirão da Arena Condá
 
Mesmo não se tendo chegado nem à metade do primeiro turno do Brasileirão, os resultados até aqui revelados permitem fazer algumas projeções sobre o futuro de treinadores dos grandes clubes que disputam a competição.

Nesse particular vamos encontrar técnicos com passaporte carimbado para tocaram suas equipes até o final do campeonato, como Renato Gaúcho, no Grêmio, e Fábio Carille,  no Corinthians, bem como treinadores que eu definiria como ocupantes da velha "corda bamba".

Entre estes últimos, incluem-se Mano Menezes, no Cruzeiro;  Zé Ricardo, no Flamengo; Abel Braga, no Fluminense, e Rogério Ceni, no São Paulo, que voltou a amargar mais uma derrota em casa, neste domingo, perdendo para o Galo pelo marcador de 2 a 1.

Só não incluí o Técnico do Atlético MG Roger Machado, nessa relação de candidatos à perda do emprego, porque. apesar da fraca campanha de seu time no Brasileirão, ele tem uma "poupança" capaz de lhe garantir uma sobrevida, representada pela excelente participação na fase de grupos da Libertadores, que o Galo concluiu como equipe com melhor aproveitamento.
 
É claro que existem ainda os treinadores das equipes ocupantes da zona de rebaixamento, como Sport, Atlético Goianiense e Avaí,  que também são candidatos à degola, caso não tirem suas equipes do Z-4 no prazo mínimo tolerável. Mas em se tratando de equipes nessa situação isso é uma obviedade. 

 
Fale com nosso comentarista Lino Tavares: Portal Terceiro Tempo, Linotíciais ,Portal International, Portal Brasil News, Semanário VirItualino Online,  Rio On Line Jornal, On Line Jornal Porto Alegre, Jornal Expresso Minuano-RS. Facebook:  Lino Mídia Celebrities e Planeta Arte - Estrelas. E-mail: jornalino@gmail..com

Foto: UOL

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Você também vai gostar

comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    26
  • 2 Grê
    22
  • 3 Fla
    17
  • 4 Pal
    16
  • 5 San
    16
  • Veja tabela completa