publicidade
Ontem, o Cruzeiro venceu a Ponte Preta de virada por 2 x 1

Ontem, o Cruzeiro venceu a Ponte Preta de virada por 2 x 1

Do UOL, em Belo Horizonte

Durante a semana do Cruzeiro, pouco se falou do campo e muito se discutiu sobre a política do clube. Na segunda-feira Wagner Pires foi eleito presidente do clube, para o triênio 2018/2020. Dois dias após a eleição, o futuro presidente cruzeirense confirmou que Itair Machado, que foi presidente do Ipatinga, vai ser o homem forte do futebol celeste a partir de janeiro. Decisão que causou um mal-estar na atual diretoria.

O vice-presidente de futebol, Bruno Vicintin, foi o primeiro a confirmar que não vai seguir o trabalho no clube. Assim como o dirigente, outras peças importantes do futebol também não vão seguir na Toca da Raposa em 2018. O ex-jogador Tinga é um deles. Atualmente gerente de futebol, ele também já confirmou essa decisão.

E mais gente pode sair do Cruzeiro, inclusive o técnico Mano Menezes. O treinador tem vínculo até dezembro e, embora o presidente eleito Wagner Pires tenha interesse na renovação, ainda não sabe qual a decisão que vai tomar.

Diante de todo o cenário dos últimos dias, os jogadores se sentiram bastante incomodados, já que figuras importantes na conquista da Copa do Brasil não vão seguir no clube. Após o triunfo sobre a Ponte Preta, em jogo antecipado da 28ª rodada do Brasileirão, o meia Thiago Neves mandou um recado direto para os novos dirigentes do Cruzeiro.

"Essa vitória sobre a Ponte Preta mostrou que estamos bem focados. Quem está chegando será bem-vindo, mas não tirem nosso bom ambiente", disparou o camisa 30 do Cruzeiro.

Foto: André Yanckous/AGIF - retirada do UOL

 

 

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    58
  • 2 Grê
    49
  • 3 San
    49
  • 4 Pal
    47
  • 5 Cru
    47
  • Veja tabela completa