publicidade
Sem incluir jogadores no negócio, Palmeiras terá que pagar ao Atlético para contar com Weverton mais cedo. Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press - via UOL

Sem incluir jogadores no negócio, Palmeiras terá que pagar ao Atlético para contar com Weverton mais cedo. Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press - via UOL

Atlético Paranaense e Palmeiras estão custando a acharem uma solução para a ida do goleiro Weverton de Curitiba para São Paulo. Com contrato em vigor até o final de maio de 2018, mas já livre para assinar sem custos com qualquer equipe, o goleiro campeão olímpico pelo Brasil em 2016 já negociou luvas e salários, mas o projeto está travado por que ele só se libera do Furacão ao final do contrato.

Uma solução era a ida do meia Raphael Veiga para o Atlético, que esfriou, segundo apurou o UOL Esporte. A reportagem descobriu que o Palmeiras não quer envolver jogadores na negociação, o que seria a preferência atleticana. Entretanto, o Furacão pediu o pagamento de R$ 3 milhões para liberar Weverton já em janeiro, uma vez que o Verdão não pretende mais incluir jogadores no negócio. O valor é considerado alto em São Paulo.

Revelado no Coritiba, Raphael Veiga era visto como a solução ideal para o Atlético no negócio. O meia deve perder espaços na equipe paulista com a manutenção de Guerra, a chegada de Lucas Lima e a possibilidade do ingresso de Gustavo Scarpa. Desde o início do interesse atleticano, porém, os agentes do jogador manifestaram contrariedade a ideia. Veiga está de férias no exterior e o Atlético ainda mantinha expectativa de negociar com ele até a ideia do Palmeiras não incluir mais jogadores ser manifestada.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa