publicidade
Estádio Nilton Santos será palco de Vasco x Santos com portões fechados

Estádio Nilton Santos será palco de Vasco x Santos com portões fechados

Bruno Braz e Samir Carvalho

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Santos

O Vasco terá neste domingo, às 16h, o maior desafio para sua equipe até agora no Campeonato Brasileiro. Com São Januário interditado por conta dos incidentes no clássico com o Flamengo, o clube foi obrigado a acatar a decisão da CBF e terá de enfrentar o Santos, terceiro colocado na competição, no estádio Nilton Santos, o Engenhão, com os portões fechados. Para piorar a situação, o time não terá à beira de campo seu treinador, Milton Mendes, que está suspenso por dois jogos pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Os paulistas, por sua vez, respiram aliviados por não jogarem na casa cruzmaltina.

A explicação está no retrospecto dos santistas na "Colina Histórica". A equipe da Vila Belmiro não vence os vascaínos por lá há 12 anos, em 26 de outubro de 2005, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, a equipe dirigida por Nelsinho Baptista venceu por 3 a 1, com gols marcados pelo meia Ricardinho e pelos atacantes Basílio e Geílson.

Desde então, foram oito partidas disputadas e grande supremacia dos cariocas, com seis vitórias e dois empates. O calvário do Santos em jogos diante da equipe cruzmaltina, no Rio de Janeiro, ainda pode ser aumentado se for contabilizado o empate por 1 a 1, no Maracanã, em 2003.

Já em relação à segurança do jogo, embora não tenha a presença de público, o Nilton Santos terá um esquema de policiamento parecido com o de um jogo normal. A Polícia Militar disponibilizará um total de 102 homens, com apoio também do regimento da cavalaria.

Lateral esquerdo recém-contratado pelo Vasco, Ramon teve a experiência de atuar sem torcida na Turquia, onde ficou por quatro anos. O jogador detalhou as sensações para quem está em campo:

"Na Turquia já joguei com estádio fechado. Depois deixaram entrar só crianças e mulheres. É estranho não ter público, é muito difícil. Conseguimos escutar tudo, o que é atípico. Até o adversário escuta o que falamos. É estranho".

Ramon, no entanto, deixou como sugestão a saída apresentada pelos turcos para resolver a situação:

"Acho que seria legal deixar as mulheres e crianças. Futebol é espetáculo. Nós respiramos futebol. Não foi a primeira nem vai ser a única. Ia ser diferente (só com mulheres)".

Já o lateral Daniel Guedes, autor do gol da vitória do Santos sobre o Atlético-MG, enxerga pontos positivos e negativos.

"É via de mão dupla (jogo sem torcida). Temos que estar preparados para fazer um bom jogo assim como contra o Atlético-MG. Temos que saber sofrer, jogar o jogo e criar chances, independentemente de torcida. Vamos em busca da vitória", declarou.

Quem comandará o Vasco à beira do campo será o auxiliar-técnico Ednelson Silva, que não poderá contar com o zagueiro Breno e o atacante Luis Fabiano, lesionados. Em compensação, ele terá os retornos do meia Nenê, do lateral direito Gilberto e do zagueiro Paulão, que voltam de suspensão, e do volante Bruno Paulista, recuperado de uma contusão.

Pelo lado do Santos, o técnico Levir Culpi poderá contar com o retorno de dois titulares: o meia Lucas Lima e o atacante Copete, que cumpriram suspensão.

A contrapartida está no gol. Vanderlei, o titular, está lesionado, assim como seu substituto imediato, Vladimir. Com isso, o titular será o jovem João Pedro, de 22 anos.

Thiago Maia e Caju, que foram negociado com o Lille, da França, também estão fora do confronto no Rio de Janeiro.

VASCO X SANTOS
Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Helcio Araujo Neves e Jose Ricardo Guimaraes Coimbra (ambos do PA)

Vasco
Martín Silva; Gilberto (Madson), Paulão, Rafael Marques e Ramon; Jean, Bruno Paulista, Nenê, Wagner (Escudero) e Yago Pikachu; Thalles
Técnico: Ednelson Silva (interino)

Santos
João Paulo; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison, Leandro Donizete e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Kayke
Técnico: Levir Culpi

Foto: Satiro Sodré/SSPress/Botafogo

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    37
  • 2 Grê
    31
  • 3 San
    27
  • 4 Fla
    15
  • 5 Spo
    24
  • Veja tabela completa