publicidade
Treinador preferiu ficar no Sevilla para cumprir o acordo verbal com alguns jogadores

Treinador preferiu ficar no Sevilla para cumprir o acordo verbal com alguns jogadores

Jorge Sampaoli ficou por algumas semanas como favorito a assumir o comando da seleção argentina, cargo deixado por ´Tata´ Martino desde o término da Copa América do Centenário, mas ao invés de realizar o sonho de treinar seu país, ele optou por assinar com o Sevilla. Para a revista oficial do clube, o técnico explicou o motivo de sua decisão.

“Apesar do sonho da minha vida em dirigir a seleção do meu país, cheguei em um momento em que já havia me comprometido com o Sevilla. Havia conversado com alguns jogadores para que eles fossem parte deste projeto e tinha me comprometido tanto com o clube quanto com eles”, disse para a revista.

Sampaoli ressaltou que apesar de não possuir nenhuma cláusula que impedisse a rescisão do contrato, não poderia ter trocado de ideia por conta do compromisso verbal.

“Seria impossível tomar uma decisão apesar dos meus desejos ou intenções, não só pelo contrato, que poderia ter sido desfeito, mas pela palavra com o clube”.

Em sua primeira temporada no Sevilla, Jorge Sampaoli ainda não conseguiu encantar. Em 11 partidas, possui quatro vitórias, três empates e quatro derrotas.

Foto: Band.com.br

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    26
  • 2 Grê
    22
  • 3 Fla
    17
  • 4 Pal
    16
  • 5 San
    16
  • Veja tabela completa