publicidade
Rodrigo introduz dedo entre as nádegas de Tréllez. Foto: Reprodução

Rodrigo introduz dedo entre as nádegas de Tréllez. Foto: Reprodução

Desligado da Ponte Preta nessa quinta-feira (1º), Rodrigo admite que sente vergonha pelo incidente com Tréllez, ocorrido na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado. Na partida em questão, o time campineiro vencia por 2 a 0 quando o zagueiro foi expulso por introduzir dedo entre as nádegas do atacante adversário. Os baianos viraram e decretaram o rebaixamento dos paulistas.

"Na minha vida, no dia a dia, está difícil ainda, entendeu? Está difícil porque eu saio na rua e eu sinto vergonha do que eu fiz, você acha que eu não sinto?", disse Rodrigo, em entrevista à "Globo".

"Não é só para a torcida da Ponte que eu peço desculpas. Eu peço desculpas também pelos pais, pela família em si de uma criança que nesse dia estava assistindo um jogo de futebol", completou.

Rodrigo admitiu a responsabilidade pela derrota, mas considera que os culpados pelo rebaixamento da Ponte Preta são os dirigentes que continuam no clube

"Você pode ver que tinha muita gente que estava trabalhando na administração que continua trabalhando lá. Eu tenho toda a responsabilidade no resultado da Ponte contra o Vitória. Agora, porque vocês não assumem o que vocês fizeram o ano todo?", questionou.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa