publicidade
Como diria Raul Seixas: “Parem o mundo que eu quero descer"

Como diria Raul Seixas: “Parem o mundo que eu quero descer"

A suspensão de Paolo Guerrero pela Fifa causou enorme polêmica nos quatro cantos do mundo, principalmente para os torcedores do Flamengo e da seleção do Peru.
 
O jogador garante que não usou drogas e é inocente. Gravou uma mensagem emocionada, acusando seus acusadores.  É impossível imaginar que o  Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) tenha simplesmente inventado provas para incrimina-lo.
 
Guerrero usa  a mesma tática adotada pelo ex-presidente Lula, que foi condenado a 12 anos de prisão e começou a cumprir pena em Curitiba.
 
Lula jura de pés juntos que é inocente. Diz que não praticou os crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. Militantes petistas também não têm dúvida da sua inocência. Institutos de pesquisa já identificaram no entanto que a maioria da população brasileira acha a prisão justa e quer que o ex-presidente permaneça enjaulado.
 
O que está acontecendo com o mundo? Será que existe uma conspiração universal para acusar e punir pessoas inocentes, seja no futebol ou na política? Ou tudo isso não passa de `mimimi` de condenados?
 
Num vídeo curto que editei (AQUI), veja as explicações dos dois acusados. 
 
Se for verdade que Guerrero e Lula são realmente vítimas dessa conspiração, seria o caso de soltar aquela máxima de Raul Seixas:
 
“Parem o mundo que eu quero descer!”
 
LEIA TAMBÉM NO BLOG DO MARCONDES
 
As manchetes dos jornais desta 4a feira
 
CONTROLE REMOTO: O que você pode ver hoje na TV
 
Neymar abre o jogo sobre a Copa: “Ninguém está com mais medo do que eu”
 
Veja o ensino sensual de Neymar e Bruna Marquezine para o Dia dos Namorados

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa