publicidade
O quadro hoje é curioso: o banco tem times patrocinados em quase todas as capitais do País, menos SP

O quadro hoje é curioso: o banco tem times patrocinados em quase todas as capitais do País, menos SP

Até o começo deste ano o Corinthians detinha o maior patrocínio com a Caixa Econômica, algo em torno de R$ 35 milhões/ano. Não houve acordo para renovação e o clube perdeu o seu anunciante master.
 
A situação atual é bem curiosa: enquanto a Caixa mantém patrocínio com clubes de quase todas as capitais do País, os três grandes de São Paulo são simplesmente ignorados pelo banco estatal.
 
O Corinthians ainda não conseguiu substituto; o Palmeiras tem a Crefisa; e o São Paulo estaria negociando com o  MRV Engenharia e  Banco Intermedium.
 
Há uma série de fatores que precisa ser considerada no contrato de patrocínio com órgãos federais, a começar por certidões negativas de débitos. Não creio que esse seja o problema.
 
Mas observe que estamos falando de três dos maiores clubes brasileiros, no Estado mais rico do País.
 
Será que essas equipes não dariam retorno à Caixa?
 
 
LEIA TAMBÉM NO BLOG DO MARCONDES
 
As manchetes dos jornais desta 4a feira
 
Flamengo é, disparado, o dono da maior média de público da Libertadores
 
Mídia argentina destaca que o Galo não teve piedade do Godoy Cruz
 
Sassá, uma mistura de Adriano e Jóbson, arma barraco em boate do Rio
 
A incrível definição de Fernando Alonso ao comparar a F-1 com a F-Indy

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    53
  • 2 Grê
    43
  • 3 San
    41
  • 4 Pal
    40
  • 5 Fla
    38
  • Veja tabela completa