publicidade
A derrota na Bolívia resultou no aumento da pressão sobre o treinador

A derrota na Bolívia resultou no aumento da pressão sobre o treinador

Danilo Lavieri e José Edgar de Matos
Do UOL, em São Paulo (SP)

Eduardo Baptista não é mais o técnico do Palmeiras. Depois do desembarque da delegação palestrina no Brasil, após derrota por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann-BOL, a diretoria optou por encerrar o compromisso com o treinador, alvo de críticas desde o início da temporada. O nome de Cuca surge como o favorito para ocupar o lugar e reassumir o time após cinco meses.

A derrota na Bolívia resultou no aumento da pressão sobre o treinador. O trabalho de Eduardo Baptista jamais foi unanimidade na Academia de Futebol, especialmente entre conselheiros.

O presidente Mauricio Galiotte chegou a prestigiar o comandante, mas optou pela troca no comando na noite desta quinta-feira. O mandatário e Alexandre Mattos decidiram tirar Eduardo Baptista do comando depois da primeira derrota na Copa Libertadores.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 São
    50
  • 2 Int
    49
  • 3 Pal
    47
  • 4 Fla
    45
  • 5 Grê
    44
  • Veja tabela completa