publicidade
Até agora, principalmente nos clássicos, o Tricolor fez a festa dos adversários

Até agora, principalmente nos clássicos, o Tricolor fez a festa dos adversários

Na noite em que completou 100 jogos na sua nova arena, o Palmeiras entrou em campo com a obrigação de ganhar do São Paulo. O time vinha de uma sequencia de tropeços no Paulistão e já tinha gente colocando em dúvida a competência do técnico Roger Machado.
 
Mas o Verdão não deu a menor chance ao Tricolor, fez 2 a 0, manteve os 100% de aproveitamento contra o adversário em seu estádio, encerrou jejum de quatro jogos sem vitórias na competição estadual e retomou a liderança geral do torneio, que o Corinthians havia assumido na quarta-feira.
 
Foi uma festa completa, com a contribuição do São Paulo, naturalmente. O Tricolor do Morumbi é o adversário ideal para quem está ameaçado de crise. Basta “convida-lo” para a festa e, pronto: seus problemas acabaram.
 
Mal comparando, o São Paulo é como aquele amigo que você convida para ajudar na mudança ou para ser avalista. E ele aceita na hora.
 
LEIA TAMBÉM NO BLOG DO MARCONDES
 
As manchetes dos jornais desta 6a feira
 
CONTROLE REMOTO >  O que você pode ver hoje na TV
  
O que se diz (ou o que se “chuta”)  sobre o futuro de Neymar depois da Copa da Rússia
 
Edmundo tenta se explicar sobre xenofobia. Seria bem melhor ter ficado calado

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 São
    50
  • 2 Int
    49
  • 3 Pal
    47
  • 4 Fla
    45
  • 5 Grê
    44
  • Veja tabela completa