publicidade
Brilhou a estrela de CR7 e o Real Madrid manteve a supremacia do futebol europeu

Brilhou a estrela de CR7 e o Real Madrid manteve a supremacia do futebol europeu

O Real Madrid é o maior da Europa, pelo terceiro ano consecutivo. Mereceu o título da Champions pela regularidade de sua campanha e pela capacidade letal de Cristiano Ronaldo, que atingiu hoje o gol de número 600 de sua carreira. 
 
A Juventus foi melhor no 1º tempo e poderia ter decidido o jogo. Mas CR7 teve apenas uma chance e “guardou”. Veio o fabuloso gol do croata Mandzukic, mas, na etapa final, valeu o peso da camisa do Real Madrid, que é uma equipe equilibradíssima em todas as suas linhas. 
 
Foi um jogo eletrizante. Foi um espetáculo digno de uma verdadeira final européia. Mas é preciso destacar a quantidade de jogadores brasileiros dentro de campo. O Brasil, indiscutivelmente, continua sendo o maior celeiro de craques do planeta.
 
Apesar de ser uma final entre equipes da Itália e da Espanha, tinha quatro brasileiros em campo (Casemiro, Marcelo, Daniel Alves e Alex Sandro), o mesmo número de italianos, e apenas 3 espanhóis. Argentina, Alemanha e França, cada um com dois.
 
Considerando que Cristiano Ronaldo também fala português, podemos dizer que o nosso idioma predominou no estádio Millennium de Cardiff.
 
 
LEIA TAMBÉM NO BLOG DO MARCONDES
 
As capas das revistas semanais
 
Cantor Belo deve a Denilson, mas processa o ex-jogador por ter cobrado a dívida. Pode isso?

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa