publicidade
Com 418 jogos acumulados pelo Santos, Renato conhece o clube como quase ninguém

Com 418 jogos acumulados pelo Santos, Renato conhece o clube como quase ninguém

Do UOL, em Santos (SP)

Novo executivo de futebol do Santos, Renato seguirá à disposição do técnico Cuca até o fim do ano, quando irá pendurar as chuteiras. Até lá, o volante de 39 anos e agora também dirigente acumulará as duas funções e terá, como missão inicial na diretoria de futebol alvinegra, trabalhar para manter o máximo possível do elenco atual para a próxima temporada.

A expectativa é que Renato, que tem amizade com os jogadores pelo dia a dia nos vestiários, use isso como trunfo para ajudar na renovação dos atletas. O trabalho é especialmente importante com aqueles que têm contrato apenas até o fim do ano, casos de Gabigol, Dodô, Léo Cittadini e Robson Alves, sendo que o vínculo deste último vai só até 10 de novembro.

"Eu conheço todos do elenco. É sentar, conversar com eles. É ser amigo de todos. Não sei da situação real, mas é sentar com o Cuca, ver as possibilidades, diretoria e jogadores que estão terminando o contrato. Esperamos renovar", afirmou Renato em coletiva na última terça (18).

Com 418 jogos acumulados pelo Santos, Renato conhece o clube como quase ninguém. Além de ter ganho destaque no futebol brasileiro com a camisa alvinegra, no início da década passada, o volante já está há mais de quatro anos na Vila Belmiro nesta sua segunda passagem. E a relação com os demais atletas é a melhor possível, o que pode ajudar na decisão dos companheiros em permanecer para a temporada seguinte e até minimizar um problema recente no Santos.

Nos últimos anos, o clube sofreu com longas negociações que se arrastaram por um bom tempo e terminaram com saídas de peças importantes do elenco, casos, por exemplo, de Lucas Lima, Ricardo Oliveira, Edu Dracena e Arouca. Agora, com Renato lado a lado do elenco, a expectativa é que o volante consiga diminuir os prejuízos ao final da temporada.

Na última terça-feira (18), em entrevista coletiva para anunciar a nova função de Renato, o presidente José Carlos Peres falou sobre a situação de quatro atletas. Confira:

Gabigol

"Vai depender dessa conversa com a Inter. É difícil pontuar se é 5 ou 10. Tem de ver o humor deles. Os chineses [donos da Inter de Milão] ficaram bravos de nos emprestar a primeira vez porque falaram de pagar mais de R$ 80 milhões, cinco anos e damos um para vocês, pô. Foi difícil. Ele veio, se recuperou, está jogando bem, todo atacante tem altos e baixos. Quando faz gol, está no alto. O torcedor comum acha que tem de fazer sempre. É grande ser humano, grande profissional. Não trouxe problema para a gente, é comportado. Até o Jair [Ventura] falava que era comportado. Seria muito bom. Santos é a casa dele"

Robson Alves

"Conversamos com o empresário dele, estamos conversando desde fevereiro ou março, houve incompatibilidade financeira. Voltamos a conversar agora novamente. Não foi por falta de conversa. É um pouquinho de realidade, os números são elevados hoje, e o atleta tem que entender que há uma progressão e tem que ter meritocracia. É interessante para o clube pagar bem, até pelo caso da multa fora da realidade de qualquer clube, mas estamos mais uma vez conversando"

Dodô

"Dodô está encaminhado, temos até 31 de dezembro. Podemos exercer até lá, tentamos exercer. Recebe uma parte aqui e outra na Sampdoria. Tem de trazer para a realidade brasileira. Existe boa vontade, está bem adaptado, família inteira torce para o clube. Tem conselho do pai, da mãe, dos irmãos para continuar. Está encaminhando e queremos antecipar para outubro, novembro"

Léo Cittadini

"Tentamos renovar, conversamos com ele, o empresário fez exigências fora da realidade, mas continuamos prontos para discutir com o Cittadini para continuar conosco. O contrato vai até 31 de dezembro, o caso mais urgente é o do Bambu. O Renato contou da outra vez que renovou no último dia, é inusitado. Há uma preocupação diferente de hoje. Renovação daqui a três anos, mas existe a preocupação de cinco e esse tipo de coisa. Não tinha no passado, decisões têm que ser rápidas e não dá para deixar para amanhã. Não quis renovar lá atrás e acabou chegando às portas da saída"

Foto: Divulgação/Santos FC

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    62
  • 2 Fla
    58
  • 3 Int
    56
  • 4 São
    53
  • 5 Grê
    52
  • Veja tabela completa