publicidade
Carrasco alvinegro, o gringo vive sua melhor fase no Colorado e virou inquestionável

Carrasco alvinegro, o gringo vive sua melhor fase no Colorado e virou inquestionável

De novo Nico López. O atacante uruguaio já havia marcado um gol no empate em 2 a 2 entre Corinthians e Nacional no ano passado, que tirou o Timão da Libertadores. Desta vez bateu forte, cruzado, a bola acertou Fagner e entrou. Foi o empate do Inter em 1 a 1 que terminou com vitória nos pênaltis por 4 a 3 e tirou o Corinthians da Copa do Brasil. Carrasco alvinegro, o gringo vive sua melhor fase no Colorado e virou inquestionável.

Até o jogo desta quarta-feira, Nico precisava construir sua condição. Chegou a ser reserva de Carlos, perdeu lugar para Valdívia e Roberson, oscilou boas e más atuações. Quando sacado do time, ficou pensativo. No jogo diante do São José-RS, por exemplo, enquanto todos os jogadores do banco de reservas foram fazer uma atividade no intervalo, ele permaneceu isolado. Refletindo sobre o que deveria fazer.

Antonio Carlos Zago repetiu algumas vezes em coletivas que Nico precisava crescer em dois aspectos: participação e auxílio na defesa. Para atuar constantemente, necessitava ser mais ativo em campo, dar opção, se apresentar, buscar protagonismo. E sem a bola, tinha que dar suporte ao lado direito de marcação. Retornar acompanhando o lateral rival.

E foi exatamente o que ele fez. Ganhou corpo nas últimas partidas, tem atuado em sequência.

Nesta quarta-feira, Nico fez tudo que se pede. Auxiliou o lado direito, bateu escanteios, procurou jogadas, na ausência de D´Alessandro foi protagonista. Orientou companheiros, ganhou de adversários e tamanho esforço foi premiado com um pouco de sorte. Ao tentar o gol, bateu forte mas a bola iria para fora. Antes do caminho completo, porém, encontrou os pés de Fagner e parou nas redes. O empate do Inter que acabou em classificação.

Exausto, ele foi substituído nos minutos finais. Deu lugar a Diego, que marcou um dos gols de pênalti na vitória por 4 a 3. Nico fez sua 15ª partida na temporada. Marcou seis gols. Nem mesmo a chegada de William Pottker, que se avizinha, parece ameaçar o uruguaio, que ainda conta com total apreço da torcida.

Foto: UOL

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    23
  • 2 Grê
    22
  • 3 San
    16
  • 4 Bot
    15
  • 5 Cor
    15
  • Veja tabela completa