publicidade
Foram 19 gols e 11 assistências pela equipe. Nem isso, porém, deve ser suficiente para que permaneça no PSG

Foram 19 gols e 11 assistências pela equipe. Nem isso, porém, deve ser suficiente para que permaneça no PSG

Lucas Moura parece ter, finalmente, se encontrado no PSG. Após sofrer de 2013 a 2016 em Paris, o brasileiro se adaptou com perfeição ao esquema de Unai Emery e completa, neste sábado (contra o Caen, na última partida do Campeonato Francês), sua melhor temporada desde que chegou à Europa. Foram 19 gols e 11 assistências pela equipe. Nem isso, porém, deve ser suficiente para que permaneça no PSG.

Desde sua chegada à França, o brasileiro convive com críticas da imprensa. A France Football, por exemplo, publicou em 2015 uma matéria intitulada "Ainda acreditamos em Lucas?", questionando a falta de evolução do brasileiro em suas três primeiras temporadas no futebol do país.

Segundo a revista, a mesma que organiza a Bola de Ouro dada para o melhor jogador do ano, o meia-atacante "não é suficientemente decisivo para um atacante. Seus dribles às vezes são desconcertantes, mas são ilusões que escondem pequenos defeitos. Taticamente, o brasileiro costuma provocar a ira de seus companheiros, particularmente em situações defensivas".

Com Emery, porém, ele evoluiu um pouco. Foi titular durante parte da temporada. Os 19 gols são prova disso. É seu recorde no clube francês, superando os 13 de 2015/2016. E, nas cinco grandes ligas europeias, foi o artilheiro entre os brasileiros. Ele marcou mais vezes do que Philippe Coutinho (13 gols) e Roberto Firmino (12), do Liverpool, e William José (14), da Real Sociedad, por exemplo. Neymar, também com 19 gols pelo Barcelona, empatou.

O problema, para Lucas, foi ter perdido a posição de titular justamente na melhor partida da sua equipe no ano: na vitória contra o Barcelona pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, aquela em que o PSG venceu por 4 a 0 (antes de levar a histórica virada no jogo de volta), o argentino Di Maria entrou em seu lugar e foi um dos destaques. E não saiu mais do time titular ideal.

Além disso, o PSG já tinha contratado um jogador para as pontas, justamente pela fragilidade que enxergava em Lucas e pela inconsistência de Di Maria na temporada: o reforço foi o alemão Julian Draxler, um dos destaques da janela de transferências do início de 2017.

Agora, quem entra no centro das especulações de mercado é justamente o brasileiro. Nas últimas semanas, seus representantes estiveram na Espanha para ouvir o projeto do Atlético de Madri para Lucas. Além disso, alguns times ingleses também sondaram o PSG sobre o ex-são paulino. A imprensa britânica fala em Liverpool e Arsenal interessados – e dispostos a pagar as cerca de 30 milhões de libras (mais de R$ 125 milhões).

Foto: UOL

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa