publicidade
Dirigente reclamou do gol anulado no final da partida. Foto: Agencia Palmeiras

Dirigente reclamou do gol anulado no final da partida. Foto: Agencia Palmeiras

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, acusou o árbitro Wagner Reway de despreparo e cobrou punição a ele após a anulação de um gol alviverde no último lance da derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, nesta quarta-feira (12), pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. Segundo o dirigente, o juiz contrariou uma recomendação expressa da CBF ao apitar uma falta de Edu Dracena em Fábio antes do lance terminar, o que impossibilitou a consulta posterior ao árbitro de vídeo (VAR).

"O que estranhou foi o despreparo que eles próprios têm. O Sérgio Correa (chefe de arbitragem da CBF), responsável pelo VAR, esteve no vestiário do Palmeiras e nos disse, a mim e ao Felipão: ´Alexandre, avise os jogadores que em lances capitais é para seguir até o fim, e depois vamos ver no VAR o que aconteceu´. Eu até disse a eles que, quando o bandeira levanta e naturalmente todos param, não parem, sigam, que depois o VAR é que vai dizer se foi impedido ou não. Mas o que aconteceu foi justamente o contrário: ele parou o lance antes, de maneira precipitada, contra a recomendação deles próprios, e nos faz vir aqui falar especificamente de um lance que foi determinante, sem dúvida alguma", disse Mattos.

"O árbitro, de forma precipitada, contra a recomendação deles próprios, parou a jogada. Isso mostra um despreparo. Não estamos preparados para isso. Gera mais polêmica, mais irritação e coloca em dúvida tudo o que está acontecendo. Foi um lance em que ele foi totalmente contra a recomendação da CBF, e espero que ele seja punido por isso", completou o dirigente.

Com a derrota, o Palmeiras precisará vencer por dois gols de diferença no Mineirão, em 26 de setembro, para avançar à final no tempo normal. Qualquer triunfo alviverde por um gol de vantagem leva a disputa para os pênaltis. Para Mattos, o Cruzeiro poderá "fazer seu jogo" na partida de volta, por estar em vantagem no placar.

"O prejuízo é o emocional que será na próxima partida. Se você vai igual, sem gol qualificado, o Cruzeiro teria se abrir. Agora o Cruzeiro vai fazer o jogo dele, e nós temos que ter mais inteligência e competência para fazer um jogo melhor do que o de hoje. Temos condições, vamos fortes lá", afirmou o diretor.

Já o técnico Luiz Felipe Scolari não quis comentar sobre o gol anulado em sua entrevista coletiva. "O lance final, eu não vou falar nada. O Alexandre já falou. Não quero comentar alguma coisa, porque... Não seria correto da minha parte neste momento", disse o treinador.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 São
    50
  • 2 Int
    49
  • 3 Pal
    47
  • 4 Fla
    45
  • 5 Grê
    44
  • Veja tabela completa