Marcelo Melo perde nas duplas e Brasil sai sem prêmios do Aberto do Rio

Nome do projeto

Publicidade
Publicidade

Com a eliminação de Thomaz Belucci nas quartas, de Teliana Pereira na semifinal feminina, e de Bruno Soares nas semifinais de duplas, a responsabilidade de representar o Brasil o Aberto do Rio ficou com Marcelo Melo.

Ao lado do espanhol David Marrero, o tenista brasileiro disputou, neste domingo, a final de duplas contra Juan Sebastian Cabal e Robert Farah. Mas, o resultado não foi nada bom para Melo: os colombianos encerram a partida por 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 6-2.

Marcelo Melo, que era o segundo na cabeça de chave do torneio, estava em busca de seu segundo título do ano – depois da vitória no ATP 250 de Auckland, em janeiro. Na modalidade, o brasileiro já conquistou 13 títulos e é o número 5 no ranking de duplistas.

No primeiro set, Marrero se destacou pelos saques e a dupla abriu a pontuação. A disputa foi acirrada, mas, no sétimo game, os colombianos conseguiram uma quebra e, de virada, fecharam em 6-4.

Já no início do segundo set, Cabal e Farah começaram quebrando o saque de Marrero – deixando o espanhol bem irritado. No quinto game, os colombianos conseguiram nova quebra e fecharam sem dificuldades, por 6-2.

O título do Aberto do Rio é o primeiro dos colombianos, ambos com 27 anos.

FOTO: UOL

O maior tenista da história do Brasil. Foto: iG

Comemorando mais um ponto em Roland-Garros. Foto: iG

Sergi Burguera e Guga, último jogo do aberto da frança, torneio preferido do tenista brasileiro. Foto: Divulgação

Guga com seu primeiro troféu de Roland-Garros. Foto: Divulgação

Guga faz o coração na quadra francesa de Roland-Garros, e declara todo seu amor pelo público e pelo torneio. Foto: Divulgação

Guga levanta mais um caneco. Foto: iG

Torcedor assumido do Avaí, de Florianópolis, Guga não perde uma partida do Leão na Ressacada. Foto: iG

Gustavo Kuerten emocionado em sua despedida das quadras. Foto: Divulgação

Guga não largou a raquete e a paixão pelo tênis. Foto: Site oficial

Guga mostrando boa forma e sempre o mesmo sorriso. Foto: Site oficial

Foto: Carlos Fernando

Em 2012, Guga foi homenageado ao ser o primeiro homem brasileiro a entrar para o Hall da Fama do tênis mundial. Foto: Uol

Na imagem, o ex-tenista aparece com sua filha. Foto: Reprodução/UOL

Durante uma partida amistosa realizada no dia 17 de novembro de 2012 no ginásio do Maracanãzinho, Rio de Janeiro, o tenista sérvio (detalhe) imitou a forma como o brasileiro se comporta dentro das quadras. Foto: UOL

Zagallo esteve no Engenhão no domingo para prestigiar a partida entre o time de Guga e de Djokovic. A partida aconteceu em 18 de novembro de 2012. Foto: UOL

Em pé, da esquerda para a direita, Tadeu, Marcos Assunção, não reconhecido, Emerson Sheik, Victor, Ganso, Fábio Luciano, a décima primeira é Ana Paula Oliveira, seguida por Wagner Tardelli, Ricardo Berna, Gustavo Kuerten, Correa, Ibson, Zetti, Fernando, não reconhecido, Rubens Júnior, Cláudio Adão e Juninho Fonseca. Agachados, da esquerda para a direita, Conca, Gabriel, Lucas, Wladmir, Milton Cruz, Amoroso, Sérgio Soares, Zico, Dinei, Vampeta, Amaral, André Cruz e Rodrigo.

Rodrigo Hidalgo com Guga. Foto: Arquivo pessoal

Não é que o Rodrigo Hidalgo estava lá no primeiro título do Guga. Foto: Arquivo pessoal

Guga, foi garoto propaganda da Aurora Alimentos em 2013.

  • Michael Jordan
  • Pete Sampras
  • Fernando Meligeni
  • Luciano do Valle
  • Array ( [0] => 4368 [1] => 3159 [2] => 228 [3] => 2300 )
Próximo
×
TELA CHEIA
1 de 23
Publicidade
Gustavo Kuerten, o Guga
1 de 23

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

Boatos e Rumores

Rogério pode assumir o cargo de treinador do São Paulo!

A diretoria do Tricolor já estaria pensando em colocar Rogério Ceni no lugar de Muricy Ramalho como treinador do time principal. Porém, isso só aconteceria em 2016.

  • 76%
  • 24%
  • Voto realizado com sucesso
    • Divulgue para seus amigos
    • icone twitter