publicidade
No esquema de Carpegiani, Diego e os jogadores mais talentosos, não têm a responsabilidade de um combate mais pesado . Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

No esquema de Carpegiani, Diego e os jogadores mais talentosos, não têm a responsabilidade de um combate mais pesado . Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

A vitória por 3 a 1 sobre o Botafogo apresentou um Flamengo dominante e que não teve dificuldades para construir o resultado diante de um adversário abalado. Diversas oportunidades de gol foram criadas e o Rubro-negro pouco sofreu no sistema defensivo. A tradicional marcação intensa dos clássicos, no entanto, não apareceu.

No esquema que o técnico Paulo César Carpegiani implanta no Flamengo, Diego e os jogadores mais talentosos - Everton, Everton Ribeiro, Vinicius Júnior e outros - não têm a responsabilidade de um combate mais pesado em cima dos adversários. O conceito envolve ocupação dos espaços.

"Se eu quisesse alguém no meio para marcar, colocaria zagueiros. O importante é ocupar os espaços. Praticamos o que ocorreu no jogo contra o Botafogo. Quando ocupamos bem os espaços, a bola sai de trás redonda. Não foi o adversário que jogou mal. Nós realmente surpreendemos com dinâmica e movimentação. O mérito é dos jogadores", explicou o comandante rubro-negro.

"Everton e Diego são jogadores que não sabem marcar. Mas eles fazem um simples posicionamento, um retorno, uma sombra. Trabalhamos para tornar esse time competitivo. Qualidade eles têm", completou o treinador.

No esquema, os laterais Pará e Renê, o volante Cuéllar e o meia Lucas Paquetá fazem uma marcação mais direta aos adversários. A medida até funcionou contra Nova Iguaçu e Botafogo. Porém, como o Flamengo não foi agredido de forma consistente, os testes ainda continuarão até que o melhor modelo de jogo seja adotado.

A expectativa é a de que os zagueiros Réver e Juan sejam suficientemente protegidos. Os dois são experientes e têm boa técnica. No entanto, a lentidão na recomposição preocupa. Contra times mais velozes e que saibam explorar os espaços na defesa, o Flamengo pode enfrentar dificuldades.

Até por isso, Carpegiani comanda treinamentos intensos para que o Rubro-negro encontre as soluções diante de uma temporada que promete ser das mais disputadas. Se for necessário, o esquema será modificado. Só que, por enquanto, o que se viu em campo agradou em cheio nos bastidores do Ninho do Urubu.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa