publicidade
Lucas Lima saiu vaiado de campo aos ser substituído no final da partida

Lucas Lima saiu vaiado de campo aos ser substituído no final da partida

Leandro Miranda
Do UOL, em São Paulo (SP)

Santos e Palmeiras empataram por 1 a 1 nesta quinta-feira, no estádio do Pacaembu, válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O meia Lucas Lima marcou pela primeira vez contra o seu ex-time. Ele abriu o placar aos seis minutos do primeiro tempo, provocou a torcida santista no estádio ao comemorar próximo ao alambrado e até levou cartão amarelo por isso. No entanto, o camisa 20 não saiu como herói do jogo pois o Palmeiras cedeu o empate aos santistas aos 29 minutos da segunda etapa, marcado pelo zagueiro Gustavo Henrique.

Lucas Lima saiu vaiado de campo aos ser substituído no final da partida pois o clássico contou com torcida única. Como o mando de jogo foi do Santos, ele teve que aguentar a pressão dos santistas que não o perdoaram por sua saída do clube no início deste ano.

O Palmeiras dominou o primeiro tempo, mas recuou na segunda etapa e permitiu que o Santos, mesmo sem fazer um grande jogo, empatasse o clássico. Jair Ventura, inclusive, era vaiado pela torcida santista quando Gustavo Henrique marcou o gol de empate. O Palmeiras ainda acertou uma bola na trave no último minuto do jogo, mas não conseguiu desempatar.

O Santos volta a campo diante da Chapecoense, domingo, às 19h (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Palmeiras encara o Atlético-MG no mesmo dia, às 16h (de Brasília), no Allianz Parque.

O melhor: Lucas Lima

Contra o ex-clube, o armador palmeirense resolveu jogar tudo o que sabe. Lucas Lima comandou as ações no meio-campo alviverde, provocou os adversários e ainda fez um gol infiltrando na área do Santos, algo que Roger Machado sempre cobra dele. Xingado por toda a torcida no Pacaembu, não se intimidou e chamou o jogo a todo momento.

O pior: Gabigol
O camisa 10 santista não esteve em noite nada inspirada e falhou em comandar o ataque. Em dois contragolpes no primeiro tempo, desperdiçou boas chances de deixar um companheiro na cara do gol. Ainda perdeu bolas fáceis no meio-campo e desperdiçou uma boa oportunidade ao não alcançar a bola em ajeitada de Sasha.

Lucas Lima abre o placar, provoca e leva amarelo
Logo aos seis minutos, o Palmeiras abriu o placar com uma jogada treinada. Willian saiu da posição de centroavante e arrastou David Braz para fora da área; Lucas Lima se aproveitou do espaço deixado, se projetou na área para receber e bateu com categoria no canto de Vanderlei. Na comemoração, o meia correu para perto da torcida do Santos, mostrou o número na camisa e foi muito xingado. Acabou tomando cartão amarelo por provocar o adversário, o que o deixa suspenso para o jogo contra o Atlético-MG no próximo domingo.

Gustavo Henrique empata e complica concorrente
O zagueiro Gustavo Henrique só ganhou espaço no time titular pois Lucas Veríssimo negocia transferência para o futebol europeu. O defensor foi o melhor em campo da equipe santista. Além de seguro na defesa, ele marcou o gol de empate no segundo tempo. Agora o concorrente, Veríssimo, ficará em situação difícil para retomar o seu lugar no time.

Santos tem contra-ataques, mas desperdiça
Mesmo na frente do placar, o Palmeiras cedeu espaço para o Santos contra-atacar. Mas o time de Jair Ventura não conseguiu usar sua melhor característica. Gabigol desperdiçou duas boas chances, primeiro saindo com bola e tudo pela linha de fundo e depois atrasando a jogada até que o Palmeiras voltasse. Depois, com o alviverde já mais recuado, o Santos sofreu muito para criar oportunidades de gol e apelou para os cruzamentos, sem muito sucesso.

Palmeiras roda seu ataque e perde gol incrível
Com três meias de origem e Willian na frente, o Palmeiras teve um ataque que se mexeu muito e deu trabalho ao Santos. Hyoran, Lucas Lima e Willian trocavam de posição a todo momento para receber a bola em boas condições. A melhor chance para ampliar, porém, veio em um contra-ataque: após cobrança de escanteio favorável ao Santos, Hyoran ficou com o rebote e arrancou pelo centro. Depois de trocar passes com Lucas Lima e Willian, ele finalizou por cima de Vanderlei, mas Alison salvou de forma espetacular em cima da linha.

Clima esquenta no final do primeiro tempo
Os ânimos se exaltaram nos minutos finais da primeira etapa, após o juiz marcar falta de Rodrygo em Lucas Lima. Os santistas se revoltaram e começou um princípio de confusão perto do banco de reservas do Palmeiras. Rodrygo e Deyverson (que nem estava jogando) tomaram cartão amarelo, e a torcida santista voltou a "brindar" Lucas Lima com mais uma rodada de xingamentos.

Scarpa discreto, Weverton seguro
As duas principais novidades do Palmeiras fizeram jogos regulares. Na meia direita, Gustavo Scarpa pareceu sentir a falta de ritmo, já que seu último jogo oficial foi há mais de quatro meses, e não participou tanto das movimentações de ataque quanto os colegas de frente. Teve chances de finalizar na bola parada e em uma sobra na entrada da área, mas pegou mal. Já Weverton, em apenas sua terceira partida oficial em 2018, teve atuação segura e lidou bem com as poucas chegadas do Santos.

Torcida xinga Jair após saída de Rodrygo
A torcida no Pacaembu não gostou da saída de Rodrygo aos 21 minutos do segundo tempo. Jair Ventura colocou Yuri Alberto no lugar da "nova joia" santista e foi vaiado e bastante xingado pelos torcedores. "Ei, Jair, vai tomar...", gritavam os santistas. Após a troca de Alison por Léo CIttadini, a torcida chamou o treinador de "burro".

Jogada única!
O Santos insistiu em uma jogada pelos lados com cruzamentos na área, estratégia preferida de Jair Ventura. O time assim fica limitado ofensivamente. A equipe sai jogando do campo de defesa sempre com os laterais, que acionam os pontas. Eles cruzam na área para que um atacante entre em diagonal e conclua. O meio, por exemplo, não participa do jogo ofensivo. Vale lembrar que o gol santista foi de cabeça, marcado por Gustavo Henrique.

Vitor Bueno é cortado do clássico
O meia Vitor Bueno foi cortado do clássico, pois está envolvido em uma troca do Santos com o Dínamo de Kiev, a Ucrânia. O clube paulista receberá o meia-atacante paraguaio, Derlis González. A troca deve ser fechada por empréstimo de uma temporada.

Foto: Daniel Vorley/AGIF (via UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa