publicidade
Com bom-humor, Lucas Lima tem sido bem recebido por torcedores palmeirenses

Com bom-humor, Lucas Lima tem sido bem recebido por torcedores palmeirenses

Danilo Lavieri e Leandro Miranda
Do UOL, em São Paulo

Há pouco mais de um ano, imaginar que Lucas Lima vestiria a camisa do Palmeiras e teria sua contratação comemorada pela torcida parecia fora da realidade. O time havia acabado de ser campeão brasileiro, e o então meia do Santos era alvo de xingamentos na comemoração da torcida na Avenida Paulista, com direito a coro puxado pelo diretor de futebol Alexandre Mattos. O mundo da bola girou e, agora, o ex-desafeto é a principal contratação do clube para 2018.

O histórico de rusgas de Lucas com o Palmeiras é extenso, mas jogador e clube têm usado duas estratégias principais para deixar o passado de lado. A primeira é o humor, tratando à base de risadas e brincadeiras as trocas de farpas ocorridas em outros tempos; a segunda, a discrição, com o meia focado no trabalho e sem buscar protagonismo.

A camisa 10, por exemplo, não foi sequer cogitada por Lucas Lima no Palmeiras. O número preferido já tinha um dono em Moisés, jogador querido pela torcida e com status de líder no vestiário. O clube ofereceu apenas os números 11 e 20, e o reforço escolheu este último por já tê-lo usado no Santos e na seleção. "Ele vai jogar a Copa com a 20", brincou Mattos na apresentação do atleta.

Este, aliás, foi apenas um dos vários momentos de bom-humor entre Lucas Lima e Mattos na coletiva. O diretor havia chamado o jogador de "babaca" em abril de 2016, respondendo a uma provocação do atleta no Twitter após o Palmeiras perder por 4 a 1 para o Água Santa no Paulistão. "Deixei o Mattos bravo uma época, ele apelou comigo", riu ele, para depois descrever a relação de carinho e amizade construída com o dirigente durante o último mês.

Já no dia do anúncio oficial da contratação, 30 de novembro do ano passado, o volante Matheus Sales (atualmente emprestado ao América-MG) tuitou que o meia estava "liberado". Foi uma referência a uma piada entre torcedores alviverdes que durava desde a final da Copa do Brasil de 2015, quando o Palmeiras foi campeão em cima do Santos, a de que Sales havia botado Lucas "no bolso".

O reforço palmeirense respondeu, também pela rede social: "Nada de #TáNoBolso, agora é #TáNoPorco". A troca divertida de tuítes entre Sales e Lucas teve o dedo de Alexandre Mattos, que organizou a brincadeira para diminuir uma possível rejeição da torcida ao ex-santista.

Internamente, o comportamento de Lucas Lima vem sendo bastante elogiado no Palmeiras. O jogador tem se destacado pela concentração nos trabalhos do dia a dia e pelo fácil relacionamento. Bastante ativo nas redes sociais, ele também tem mantido a prática de interagir com torcedores e colegas de time no ambiente virtual, sempre agradecendo a boa recepção dos palmeirenses. "Meu coração é verde", chegou a escrever.

Por outro lado, quem não anda muito feliz com o jogador ultimamente é a torcida do Santos, como ele mesmo admitiu na chegada ao Palmeiras. "Não estou tendo muita relação, principalmente pela rede social. Estou vendo que não está muito legal", riu. Se tem alguém que sabe que não dá para agradar a todo mundo ao mesmo tempo, esse alguém é Lucas Lima.

Foto: Daniel Vorley/AGIF (Retirada do Portal UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 São
    50
  • 2 Int
    49
  • 3 Pal
    47
  • 4 Fla
    45
  • 5 Grê
    44
  • Veja tabela completa