publicidade
Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG, durante votação do projeto para o estádio do Galo

Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG, durante votação do projeto para o estádio do Galo

Thiago Fernandes
Do UOL, em Belo Horizonte

Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético-MG, se manifestou sobre uma declaração de Thiago Larghi, concedida na última semana, sobre o jejum de títulos do Galo no Campeonato Brasileiro.

Em pronunciamento publicado pelo blog do Chico Maia, assessor da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), o político reprova uma resposta de Larghi a respeito dos 47 anos do time sem títulos do Brasileirão.

"Ele precisa ir à sala de troféus da Avenida Olegário Maciel, chegar perto de uma Libertadores, de uma Recopa Sul-Americana e uma Copa do Brasil, para sentir o que é o espírito vencedor e a responsabilidade levar o Atlético a ganhar títulos importantes continuamente", disse o mandatário alvinegro, que venceu os três troféus citados durante a sua gestão, entre 2008 e 2014.

Na última sexta-feira, ao ser perguntado sobre a pressão pela conquista do título, o técnico Thiago Larghi concedeu uma declaração controversa.

"Acho que é procurar fazer o melhor trabalho com o grupo que a gente tem, acreditando sempre e colocar o melhor time em campo. A gente está em sexto lugar, passamos todo o campeonato praticamente na parte de cima da tabela e continuamos na parte de cima da tabela. Mas essa paixão a gente não controla. O torcedor sempre que pode vai ver um monte de defeito. Mas vamos lembrar que são 47 anos sem esse título. Não é esse ano que vai ter obrigação de ter esse título. Por quê? Não sei", disse na ocasião.

"Temos que ter um pouco de calma, avaliar com razão muitas vezes, nós profissionais principalmente aquilo que tem sido bem feito e aquilo que precisamos corrigir para o próximo ano. Vamos continuar trabalhando e atingir nossa meta, que é a vaga na Libertadores, a vaga direta principalmente. No próximo ano, aí sim, reforçar este elenco para disputar esse título com mais realidade", acrescentou.

A declaração de Thiago Larghi repercutiu negativamente na torcida do Atlético. No último fim de semana, antes da goleada sobre o Sport, por 5 a 2, parte do público que foi ao Estádio Independência vaio o comandante quando o mesmo teve o seu nome anunciado pelo sistema de som do estádio.

Foto: Pedro Souza/Clube Atlético Mineiro

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    59
  • 2 Int
    56
  • 3 Fla
    55
  • 4 São
    52
  • 5 Grê
    51
  • Veja tabela completa