publicidade
Na capital paranaense, a equipe paulista fez o jogo em que mais perdeu bola

Na capital paranaense, a equipe paulista fez o jogo em que mais perdeu bola

Do UOL, em São Paulo

A regularidade que é marca registrada do Corinthians não apareceu no jogo diante do Coritiba no último domingo (18). Com excesso de erros de passes, uma infinidade de "chutões" e nenhuma finalização certa, o time pouco levou perigo no Couto Pereira e poderá perder a liderança nesta segunda-feira caso o Grêmio vença o Cruzeiro.

Sem contar com um elenco de estrelas, como falam os próprios corintianos, a equipe ficou sem vencer pela primeira vez nos últimos sete jogos: até então tinham sido seis vitórias seguidas, além do empate na estreia contra a Chapecoense.

A queda de desempenho admitida inclusive por Fábio Carille passa pela saída de bola, especialmente no meio-campo e pelas alas. Sem Jadson e com atletas como Fagner e Romero em uma manhã infeliz a equipe sofreu na criação e não fez Wilson, goleiro rival, trabalhar.

"É muito difícil falar em relação ao jogo de hoje. Se o meu time estivesse mais concentrado, a gente poderia acertar mais passes e fazer um jogo melhor. O jogo de hoje é para servir como alerta para não entrarmos mais assim. Porque, nos últimos jogos, estávamos tendo uma resposta muito boa. Estávamos tendo equilíbrio da parte defensiva com a parte ofensiva", afirmou ele em coletiva de imprensa.

Na capital paranaense, a equipe paulista fez o jogo em que mais perdeu bola: 44 vezes. Além disso, usou e abusou dos chutões, alcançando a vice-liderança no quesito: 46 rebatidas. O jogo ainda teve o menor índice de finalizações certas: 0. Os números são do Footstats.

Sem conseguir "colocar a bola no chão", a equipe apostou muito nos lançamentos: foram 24 tentativas e a vice-liderança no histórico da equipe neste campeonato. Ainda foram 49 passes errados e 13 faltas cometidas.

Os números baixos passam pela queda de desempenho de jogadores que eram fundamentais. Romero teve o jogo em que mais errou passe: foram 11. Para se ter uma ideia, nos três primeiros jogos do Nacional somados ele teve apenas 10 passes errados. Ele não acertou nenhum drible pela primeira vez nas últimas cinco rodadas.

Fagner também não viveu manhã feliz. Ainda de acordo com o Footstats, Fagner deu oito chutões, acertou apenas um lançamento e teve seu pior jogo no quesito desarme: apenas um certo. Marquinhos Gabriel, que foi substituto de Jadson, acertou apenas seis passes e não tentou nenhum lançamento.

O Corinthians volta a campo nesta quinta-feira, diante do Bahia. O jogo está marcado para 19h30, na Arena em Itaquera.

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa