publicidade
Wesley em treino pelo Sport. Volante vai enfrentar o São Paulo pela primeira vez. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Wesley em treino pelo Sport. Volante vai enfrentar o São Paulo pela primeira vez. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

José Eduardo Martins
Do UOL, em São Paulo

A partida deste domingo marca o reencontro do São Paulo com Wesley. Pouco mais de um mês após rescindir o seu vínculo com o Tricolor, o volante volta ao Morumbi para defender o Sport. Mesmo longe dos antigos companheiros, ele tem acompanhado a crise do seu ex-time, que com o empate por 1 a 1 no clássico com o Corinthians atingiu o recorde negativo de 13 rodadas na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

"Ainda são 13 jogos a serem disputados e há muitos times que estão na disputa para ficar o mais longe possível dessa zona. Todos estes times estão trabalhando firme, como o São Paulo, e a briga vai ser boa até o fim do campeonato. Defenderemos o nosso", afirmou Wesley, quando questionado se o São Paulo vai permanecer na elite do Brasileiro em 2018.

A expectativa é de que o Morumbi esteja lotado neste domingo. Neste cenário, Wesley deve ser alvo de vaias do público. Durante a sua passagem pelo São Paulo, ele foi bastante criticado e chegou a ser agredido durante a invasão ao CT da Barra Funda, em agosto de 2016. O jogador, porém, não se mostra preocupado com a pressão.

"Será mais um jogo importante para a gente, como outros estão sendo. O São Paulo faz parte da minha história, e eu sei bem como é jogar no Morumbi. A equipe do Sport vai receber essa pressão da torcida deles, que joga junto. Temos de saber trabalhar da melhor forma e sair do Morumbi com o resultado positivo", disse Wesley, que preferiu não comentar sobre a invasão ao CT, em entrevista ao UOL Esporte.

Criticado pela torcida paulista e elogiado pelos treinadores, o jogador teve pouca oportunidade para mostrar serviço pelo São Paulo neste ano. Por isso mesmo, entrou em acordo com o São Paulo para acertar a rescisão de seu vínculo, que era válido até dezembro de 2018. Contratado em março de 2015, ele disputou 82 partidas e marcou dois gols pelo Tricolor.  Em Recife, o jogador de 30 anos já entrou em campo em quatro confrontos.

"Eu me sinto bem adaptado. O grupo do Sport me recebeu muito bem, assim como o Luxemburgo, que confiou no meu trabalho. Então eu já me sinto ambientado aqui no Sport e trabalhando firme", afirmou Wesley.

"A gente precisa definir o próximo jogo como meta. Nosso time é qualificado e temos condições de brigar por coisas maiores, mas só conseguiremos se trabalharmos bem no dia a dia e buscar os resultados aos poucos. Temos de pensar na partida contra o São Paulo", completou o volante.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    58
  • 2 Grê
    49
  • 3 San
    49
  • 4 Pal
    47
  • 5 Cru
    47
  • Veja tabela completa