publicidade
Fred fez quatro dos cinco gols do Atlético-MG na goleada sobre o Sport Boys, da Bolívia

Fred fez quatro dos cinco gols do Atlético-MG na goleada sobre o Sport Boys, da Bolívia

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Desde Diego Tardelli, em 2009, que nenhum jogador do Atlético-MG consegue fazer mais de 40 gols no mesmo ano. Naquela temporada, o então camisa 9 atleticano atingiu a marca de 42 gols, entre jogos pelo Torneio de Verão, Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Foi o jogador do futebol nacional com mais gols no ano e artilheiro do Brasileirão, ao lado de Adriano, do Flamengo.

Na temporada em que Tardelli mais fez gols pelo Atlético, o atacante somava 15 gols nos 13 primeiros jogos do ano. Número já superado por Fred, o agora dono da camisa 9 alvinegra. Com os quatro gols que marcou na goleada atleticana sobre o Sport Boys, da Bolívia, pela Copa Libertadores, o atual centroavante atleticano chegou a 16 gols em 2017, com 13 partidas disputadas.

Começo de ano animador para Fred, que aposta uma temporada de muito sucesso pelo clube mineiro, com gols e títulos. "Estou entrando no caminho certo novamente. Tenho certeza que vamos trilhar esse caminho reto e vão vir taças, mais gols, e títulos importantes para a gente".

Fred tem agora 28 gols pelo Atlético. Entre os jogadores do elenco atual, o centroavante perde apenas para Luan, que já tem 37 gols com a camisa atleticana. Fred era o quarto colocando antes do jogo com a equipe boliviana. Com os quatro gols no Independência, o centroavante superou Robinho e empatou com Leonardo Silva.

Fred se tornou também o primeiro jogador em mais de 50 anos de Libertadores e a fazer quatro gols nos últimos 20 minutos de partida. O primeiro gol diante do Sport Boys aconteceu apenas aos 26 da etapa final. Até fazer o primeiro gol da noite, Fred estava carregando alguns pesos. O primeiro a expulsão no clássico, quando deixou o Atlético com um jogador a menos ainda no primeiro da partida com o Cruzeiro, pela primeira fase do Campeonato Mineiro.

"Agradecer a todo mundo, porque todos os meus companheiros me ajudaram muito, a comissão técnica também. Todos viram a dor que senti, por ter deixando o time na mão no clássico. Isso me machucou muito. Eu vi a dor que causei no torcedor atleticano e graças a Deus eu pude dar um pouco de alegria para o torcedor atleticano".

Outro peso que Fred carregava era o gol perdido logo aos três minutos do segundo tempo contra o Sport Boys. A partida ainda estava empatada em 1 a 1, quando o camisa 9 teve a chance de finalizar já dentro da pequena área, sem goleiro adversário, mas errou e por muito, isolando a bola.

"A cabeça já fica a mil no campo. Quando a bola sobrou na pequena e ela teve o capricho de subir, pois veio com efeito. Ali eu já tentei manter o meu mental mais forte, pois sabia que se eu me abatesse, seria pior. Mas dentro de campo a cabeça já pesa, já vem uma angustia para a coisas voltarem a o normal. Mas graças a Deus eu tive companheiros que me ajudaram bastante", comentou Fred, que revelou uma preocupação para não se abater após perder uma chance tão clara.

"Ali você tem de redobrar sua atenção, pois eu seu que o time me tem como referência. Quando eles pegam na bola, olham primeiro para mim para fazer os gols. Lógico que senti uma tristeza, veio um peso. Mas redobrei a atenção, sabia que tinha tempo e que a bola chegaria de novo. Só não esperava que seriam quatro".

Vivendo uma boa fase, Fred vai ter de aguardar um pouco mais para voltar a jogar. O centroavante está suspenso do primeiro jogo da semifinal do Mineiro, contra a URT, neste domingo, às 11h, no Mineirão. O centroavante só voltará a jogar pela Libertadores, na próxima semana, contra o Libertad, no Paraguai. Chance de melhorar a marca em relação a Diego Tardelli, que em 2009 passou em branco no jogo de número 14, no triunfo por 1 a 0 sobre o Uberaba, válido pelo Estadual.

Foto: Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    23
  • 2 Grê
    22
  • 3 San
    16
  • 4 Bot
    15
  • 5 Cor
    15
  • Veja tabela completa