As finais do Carioca ocorrem em dois jogos – dias 30 de abril e 7 de maio

As finais do Carioca ocorrem em dois jogos – dias 30 de abril e 7 de maio

O Fluminense é o primeiro time garantido na final do Campeonato Carioca. Mesmo jogando com a vantagem do empate neste sábado (22), no Maracanã, o time se impôs diante do Vasco, venceu o rival por 3 a 0 e garantiu a classificação na grande decisão do Estadual. Richarlison, Wellington Silva e Léo marcaram os gols do Tricolor.

Com o resultado, o Fluminense quebrou um incômodo jejum que durava desde 2013: o clube das Laranjeiras não sabia o que era vencer o Cruzmaltino no Maracanã desde que assinou o acordo com a Odebrecht pela concessão do estádio e colocou sua torcida à direita das cabines de rádio e TV – motivo de disputa entre os rivais.

Classificado, o time do técnico Abel Braga aguarda agora o vencedor do duelo entre Flamengo e Botafogo, neste domingo (23), novamente no Maracanã. O Rubro-negro tem a vantagem do empate. As finais do Carioca ocorrem em dois jogos – dias 30 de abril e 7 de maio.

0 a 0 no 1º tempo: Pênalti não marcado e muitas chances

Mesmo com a vantagem do empate, o Fluminense foi quem buscou o jogo nos primeiros minutos. Com um Vasco recuado, o tricolor pressionou e teve até um pênalti a seu favor (Douglas sobre Wellington) não marcado, logo aos 10 minutos. Na sequência do lance, Henrique salvou dois chutes dentro da pequena área – Martín Silva já tinha feito outra boa defesa.

Após a parada técnica dos 20 minutos, o Vasco se encontrou no jogo. Aproveitando os espaços no contra-ataque, o Cruzmaltino criou três chances claras de gol, mas esbarrou na pontaria de Gilberto e nas boas defesas de Diego Cavaliei. Mesmo com toda a movimentação dos 45 minutos iniciais, a primeira etapa terminou zerada.

Flu resolve em 10min no 2º tempo

O equilíbrio do primeiro tempo ficou pelo caminho rapidamente no segundo tempo. Novamente pressionando o rival desde o início, o Fluminense precisou de apenas dez minutos para resolver o jogo. Richarlison, aos 5 minutos, e Wellington Silva, aos 10, fizeram 2 a 0 para o Tricolor. O time de São Januário de desequilibrou, ficou com um jogador a menos e perdeu qualquer chance de reação. Sem tirar o pé do acelerador, a equipe do técnico Abel Braga ainda fez mais um gol para selar sua vaga na final do Estadual: Léo, aos 26 minutos, de cabeça.

Duelo de jovens: Tricolor brilha, vascaíno é expulso

Destaques neste início de temporada, os meias Wendel, do Fluminense, e Douglas, do Vasco, protagonizaram um duelo à parte. O tricolor, no entanto, sobressaiu com folgas, articulando jogadas e compondo bem na marcação. O vascaíno errou passes que não costuma errar, mostrou destempero e ainda foi expulso, complicando a vida de seu time.

Wellington dribla até juiz caído

A expulsão de Douglas se deu em um lance bizarro. O árbitro Rodrigo Nunes de Sá escorregou, caiu em campo e foi até "driblado" por Wellington. Na sequência, Douglas acertou o rival em cheio.

Campanha por paz, mas nada de cordialidade

Antes do jogo, as torcidas de Vasco e Fluminense abriram duas enormes bandeiras pedindo paz no estádio. Nas redes sociais, os perfis oficiais dos clubes endossavam o desejo. Antes mesmo de a bola rolar, no entanto, o clima cordial ficou de lado. O Cruzmaltino quebrou o protocolo e não quista entrar em campo no mesmo momento do Tricolor. O clime também era quente nas disputas com a bola rolando. Logo no primeiro minuto, Luis Fabiano acertou o zagueiro tricolor Henrique com o cotovelo.

FLUMINENSE 3 x 0 VASCO

Data: 22 de abril de 2017 (sábado)
Local: Estádio Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Diego Luiz Couto Barcelos
Público e renda: 20.092 pagantes / 23.564 presentes / R$ 832.320,00
Cartões amarelos: Lucas (FLU); Jean, Henrique e Nenê (VAS)
Cartão vermelho: Douglas (VAS)
Gols: Richarlison, aos 5 minutos do segundo tempo, Wellington Silva, aos 10, e Léo, aos 26 minutos da etapa final (FLU)

Fluminense
Diego Cavalieri; Lucas, Henrique, Renato Chaves e Léo; Orejuela, Wendel (Lucas Fernandes) e Sornoza; Wellington Silva (Marcos Jr.), Pedro (Marquinho) e Richarlison
Técnico: Abel Braga

Vasco
Martín Silva; Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique (Escobar); Jean, Douglas, Yago Pikachu (Thalles), Nenê e Guilherme; Luis Fabiano (Wagner)
Técnico: Milton Mendes

Foto: UOL

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Grê
    6
  • 2 Flu
    6
  • 3 Fla
    4
  • 4 Cha
    4
  • 5 Cor
    4
  • Veja tabela completa