publicidade
Confira uma lista de jogadores que prestaram serviços ao exercito, até mesmo na Segunda Guerra Mundial

Confira uma lista de jogadores que prestaram serviços ao exercito, até mesmo na Segunda Guerra Mundial

Hoje em dia é impensável ver um jogador de futebol no exército. Jovens como Neymar, Lucas, Gabriel Jesus, Pedrinho e muitos outros, vão até o quartel apenas para assinar a dispensa. Mas nem sempre foi assim, antigamente atletas importantes prestaram serviços às Forças Armadas Brasileira, nem Pelé escapou.

Confira uma lista de jogadores que prestaram serviços ao exército, até mesmo na segunda guerra mundial:

Adelino Gonçalves Torres, atleta do Cruzeiro. O jogador serviu o exército entre 1944 e 1945, na Segunda Guerra Mundial. O lateral integrou a Military Police (MP) da Força Expedicionária Brasileira-FEB nos campos de batalha em Livorno e Monte Castelo, na Itália. Adelino jogou no Cruzeiro entre 1943 e 1959. 

Ceci (centro), Adelino (esquerda) e Didico (direita) no Cruzeiro

José Perácio Berjun, atleta do Flamengo. O atacante atuou por vários clubes, inclusive a seleção brasileira, até disputou uma Copa do Mundo, a de 1938. Perácio, como era conhecido, serviu o exército na Segunda Guerra Mundial e foi motorista do marechal Cordeiro de Farias. Voltou da guerra e continuou jogando futebol, o jogador encerrou a carreira no Rio de Janeiro, no clube Canto do Rio. 

Perácio no Flamengo

Walter Fazzoni, atleta do Corinthians e Botafogo, ficou conhecido como jogador soldado. O atleta serviu o exército na Segunda Guerra Mundial.

Emérito Fernandes dos Reis, atleta do Botafogo, mais conhecido como Mato Grosso, também serviu o exército na Segunda Guerra Mundial, jogava como zagueiro. 

Henrique Fernandes Torquato, atleta do Botafogo, mais conhecido como Dunga, serviu o exército na Segunda Guerra Mundial, o zagueiro foi campeão carioca com o Botafogo em 1942.

É o primeiro a esquerda da coluna a cima.

Ephigênio de Freitas Bahiense, atleta do Botafogo, mais conhecido como Geninho, o atleta embarcou para a Itália em setembro de 1944. Ele estava entre os 25 mil pracinhas que lutaram na Segunda Guerra.

Florisval Lanzoni, atleta do Coritiba, mais conhecido como Neno, serviu o exército na Segunda Guerra Mundial, o atacante ganhou muitos títulos pelo Coxa.

Perciliano Afonso Emerenciano, atleta do Figueirense, mais conhecido como Chinêz, serviu o exército na Segunda Guerra Mundial. O zagueiro é ídolo do clube.

1- Doly, 2-Chinez, 3-Garcia, 4-Romeu, 5-Enguiça (que veio do Fluminense), 6-Geraldo, 7-Morace, 8-Betinho, 9- Bráulio, 10-Gil e 11- Meirelles. Álbum de Figurinhas do Campeonato Catarinense de 1950. Foto: Marcelo de Paula Dieguez

Bidon, atleta do Madureira Futebol clube, serviu o exército na Segunda Guerra Mundial. O lateral lutou na Itália.

O Jurista Paulo Benjamin Fragoso Gallotti foi soldado com patente de cabo e serviu o exército brasileiro na Incorporação de 1964, lotado em São Paulo no "2º Esq. Rec. Mec" (2º Esquadrão de Reconhecimento Mecanizado), no Ibirapuera. Clique aqui e confira o seu Que Fim Levou

Michel, atleta do Santos e Solano, que jogou no América de São Paulo, foram companheiros do Rei Pelé em 1959 nas forças armadas. Pelé serviu o exército meses depois de ser campeão do mundo em 1958, na Suécia. Clique aqui e confira o Que Fim Levou do Rei

Em foto do acervo particular de Juarez Soares você vê Pelé servindo o Exército, no Vale do Paraiba

Pelé e o time do exército

Amarildo, reserva do Pelé na Copa de 1962, também serviu o exército. Clique aqui e confira o seu Que Fim Levou

Arthur Friedenreich, atleta brasileiro, um dia deixou a bola de lado para ir à guerra. Liderou um batalhão com quase 3.000 outros atletas e foi promovido a 2º tenente. Arthur Friedenreich tinha 40 anos de idade, e vinte de futebol, quando decidiu apoiar a Revolução Constitucionalista de 1932. Clique aqui e confira o seu Que Fim Levou

 

Zagallo, atleta do Botafogo. O velho lobo serviu o exército em 1950, inclusive esteve no Maracanã, à serviço das forças armadas, na derrota do Brasil para o Uruguai, na final da Copa do Mundo. Clique aqui e confira o seu Que Fim Levou

Mais jogadores de futebol que lutaram na Segunda Guerra:

O goleiro Bráulio do Atlético (MG), Careca do Fluminense, Alvanilo da Ponte Preta, Labatut do Olaria, Juvencio do Cocotá, Walter do Ideal, Timbira do Bonsucesso e Pasquera, D´Avila e Soares do Parque da Mooca.

Informações: acesse o "Blog O Resgate FEB"

Fotos: reprodução

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa