publicidade
Rafael Sóbis é o artilheiro e principal atacante do Cruzeiro de Mano Menezes

Rafael Sóbis é o artilheiro e principal atacante do Cruzeiro de Mano Menezes

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

Tatuagens, rock´n´roll e sinceridade. Rafael Sóbis destoa do mundo em que vive. Artilheiro do Cruzeiro na atual temporada, o atacante se destaca por conta da qualidade individual, mas fora de campo parece ser também uma figura completamente diferente do meio futebolístico.

O clichê do jogador brasileiro atual - fã de pagode e samba e com entrevistas robóticas - não tem nada a ver com o craque do time de Belo Horizonte. Embora seja bastante receptivo com os companheiros, atuando inclusive como conselheiro de boa parte deles, o camisa 7 não esconde que os gostos são bem distintos:

"É complicado. Cada um gosta de uma coisa e muitos gostam de ritmos parecidos, no que diz respeito à música. Mas desde que inventaram o fone de ouvido, eu sou um cara bem mais feliz (risos). Eles podem botar a música que quiserem nos vestiários que eu estarei com meu fone tranquilo", afirmou à reportagem.

Em entrevista exclusiva ao UOL Esporte, ele falou sobre o gosto por tatuagens - há inclusive uma do Blink 182 -, o papel de líder no elenco de Mano Menezes, a nova função na carreira, o rebaixamento do Internacional e muito mais.

Veja, abaixo, os principais trechos da entrevista:

Inúmeras tatuagens

Eu sempre gostei bastante. E é como todos dizem: você faz a primeira, não para mais. Cada uma tem um significado, uma importância, uma motivação. É algo muito subjetivo. Eu, particularmente, gosto bastante.

Papel de líder dentro do elenco

Acho que é natural pela experiência e vivência no futebol, pela bagagem que carrego comigo mesmo. Já passei por muita coisa ao longo da minha carreira profissional e acho que posso passar um pouco disso tudo para os mais jovens e para os que estão começando agora no futebol.

Relação com Inter e queda para a Série B

Fiquei chateado. Principalmente pela forma como aconteceu. Mas torço e acredito num retorno em grande estilo. É um clube gigante, que não merece passar pelas situações que têm passado atualmente.

Atuação como centroavante

Você tocou em um ponto importante: a função que eu desempenho. Muito se fala em posição, mas a verdade é que, hoje em dia, no futebol mundial, todos partem de uma posição original, mas desempenham diferentes funções e tarefas ao longo do jogo. Neste ano, por toda a dinâmica do time, eu tenho desempenhado uma função um pouco diferente de tudo que fiz ao longo da carreira, mas pelo nosso modelo de jogo, tem dado muito certo. Estou totalmente à vontade e adaptado.

Confiança de Mano e referência tática

O Mano é um estudioso do futebol. É um treinador que, além de entender a cabeça dos jogadores, sabe exatamente como tirar o melhor de cada um naquele modelo de jogo que é o melhor para o clube. Ele conversou comigo e explicou o porquê da mudança e como poderíamos tirar proveito disso. Eu entendi perfeitamente e hoje estamos colhendo os frutos disso. É aquilo, o jogador de hoje em dia não pode se prender a uma função dentro do campo. Quanto mais versátil e inteligente taticamente, mais mercado e sucesso ele terá no futebol moderno.

Foto: Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    58
  • 2 Grê
    49
  • 3 San
    49
  • 4 Pal
    47
  • 5 Cru
    47
  • Veja tabela completa